Portugal, apesar de ser um país pequeno quando comparado com os grandes produtores mundiais de vinho, tem uma grande diversidade de regiões, solos, castas e outras características, que lhe permite ter vinhos de elevada qualidade!

Aliás, somos um país produtor muitas vezes acusado de vender “demasiado barato” vinhos que têm qualidade igual ou superior  a alguns dos vinhos internacionais mais conhecidos. Ainda assim, para a maioria dos portugueses existem vinhos que são inacessíveis, pois o nosso poder de compra não é comparável ao de grandes mercados como França, Reino Unido, ou até mesmo fora da Europa, como é o caso dos Estados Unidos ou Canadá.

Por isso, hoje vou partilhar contigo uma breve lista que, na minha opinião, contempla alguns dos melhores vinhos portugueses! 

Para que seja o mais abrangente possível, foram divididos em três 3 segmentos.

Tabela de Conteúdos

15 melhores vinhos Portugueses

Para iniciar esta lista dos melhores vinhos Portugueses seguem-se as sugestões certas para impressionar quer os amigos, quer a famílias em jantares e convívios.

Melhores vinhos Portugueses para impressionar os amigos e família

Para quem tem um jantar em casa e quer impressionar os convidados seguem-se algumas sugestões que vão fazer de qualquer um verdadeiro expert em matéria de vinhos.

Estas são opções que não se encontram facilmente em supermercados e, por isso mesmo, irão surpreenderão os convidados!

Soalheiro Alvarinho Reserva 2018 Verde Branco
Soalheiro Alvarinho Reserva 2018 Verde Branco

1. Soalheiro Reserva Branco 2018 [V. Verde]

Para quem leu: “V. Verde” em cima e começou logo a pensar em acidez, gás e dores de estômago nas horas seguintes, esta é uma sugestão de outro campeonato.

O Soalheiro Reserva Branco 2018 é um 100% Alvarinho, produzido na região Monção/Melgaço. Estagia em barricas de carvalho francês (novas e usadas) e apresenta uma cor amarela intensa, aroma elegante e persistente com nuances de barrica, mantendo a frescura e a fruta da casta Alvarinho. O seu sabor é encorpado e complexo.

É ideal para acompanhar pratos de peixe ou marisco, ou simplesmente para servir como aperitivo. O valor de cada garrafa ronda os 25€.

Morgado de Santa Catherina 2017 Lisboa Branco
Morgado de Santa Catherina Branco

2. Quinta da Romeira Morgado de Sta. Catherina Branco

Este vinho branco da região de Lisboa e mais propriamente da sub-região de Bucelas,  é produzido a partir da casta Arinto. É um vinho que apesar de estar pronto a beber tem potencial de envelhecimento/guarda por 5 a 7 anos.

Dotado de uma grande frescura e acidez equilibrada, é um vinho muito aromático e elegante, o vinho Quinta da Romeira Morgado de Sta. Catherina Branco é o companheiro perfeito para pratos com alguma intensidade como um robalo assado, ou um prato de carne como um cabrito assado. É o mais barato de todos os apresentados até ao momento e facilmente se encontra por valores entre os 13€ e os 16€.

Esporão Reserva 2019 Alentejo Branco
Esporão Reserva 2019 Branco

3. Esporão Reserva Branco 2019 [Alentejo]

Aqui fica um vinho branco dos que mais aprecio. O Esporão Reserva Branco é um DOC Alentejo cujas uvas são provenientes da Herdade do Esporão e que se dividem essencialmente entre três castas  – Antão Vaz, Arinto e Roupeiro.

Um néctar que estagia em cubas de inox e em barricas de carvalho francês e americano, o que lhe confere uma grande frescura mas ao mesmo tempo uma complexidade e cremosidade interessantes.

Ótimo para acompanhar pratos de peixe bem condimentados ou uma carne assada no forno. Por cerca de 14€, esta é uma excelente opção para um almoço de domingo!

Meruge 2017 Douro Tinto
Meruge 2017 Douro Tinto

4. Lavradores de Feitoria Meruge Tinto 2017 [Douro]

Este é sem dúvida um dos melhores vinhos relação qualidade-preço desta lista. Por cerca de 20€ (apenas!) é possível encontrar o Meruge 2017 Douro Tinto, um belíssimo vinho tinto com estágio em barricas de carvalho francês, e que apresenta elegância aliada a uma enorme complexidade.

Este é um vinho marcante, perfeito para acompanhar pratos de carne assada ou enchidos e queijos intensos. Apesar de estar pronto a beber, é um vinho que certamente tem um bom potencial de envelhecimento.

Taboadella Jaen Reserva 2018 Dão Tinto
Taboadella Jaen Reserva 2018

5. Taboadella Reserva Jaen Tinto 2018 [Dão]

A casta Jaen é uma das mais afamadas na região do Dão. O Taboadella Reserva Tinto 2018 condensa em si a melhor expressão desta casta – consegue combinar a intensidade própria da mesma, com a delicadeza dos taninos. Um vinho elegante que podes encontrar por cerca de 16€ e que fará a delicia dos convivas. Recentemente foi distinguido com 17,5 pontos (em 20) pela Revista de Vinhos e recebeu 91 pontos (em 100) da revista americana Wine Enthusiast.

Encontra os acessórios ideais para as tuas experiências vínicas!

Temos mais de 2 milhões de produtos, em mais de 1000 lojas. Tudo em KuantoKusta.pt.

As melhores opções de vinhos Portugueses para oferecer

Aqui ficam as sugestões para quem tem um amigo ou familiar apreciador de vinho mas não sabe o que oferecer sem fazer má figura.

Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca 2018 Douro Tinto
Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca 2018 Douro Tinto

6. Quinta Vale D. Maria da Vinha Francisca Tinto 2018 [Douro]

De entre os 1.400 vinhos submetidos a avaliação na 8ª edição do Concurso Vinhos de Portugal, organizado pela ViniPortugal, o Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca foi o grande vencedor.

Produzido a partir das castas Sousão, Tinta Francisca, Touriga Nacional, Touriga Franca e Rufete, estagiou 21 meses em barrica de carvalho francês antes de ser lançado para o mercado.

Um vinho muito equilibrado e fresco, com notas de chocolate negro e fruta vermelha. É possível encontra-lo por cerca de 70€.

Villa Oliveira Encruzado 2015 Dão Tinto
Villa Oliveira Encruzado Dão Tinto

7. Villa Oliveira Encruzado Branco [Dão]

Este vinho 100% da casta Encruzado, é produzido já perto da região da Serra da Estrela. Estagiou 9 meses em barricas de carvalho antes de ser engarrafado.

O Villa Oliveira Encruzado Dão Tinto é um vinho encorpado, fresco e elegante que acompanha na perfeição pratos de peixe mais estruturados, bem como alguns queijos mais intensos. Para mim, faz parte do Top de vinhos brancos a nível nacional, e pode ser adquirido por cerca de 50€.

Quinta Nova N. S. do Carmo Mirabilis Grande Reserva 2017 Douro Branco
Quinta Nova N. S. do Carmo Mirabilis

8. Mirabilis Branco [Douro]

Mais um branco e também com um preço médio de 50€. Proveniente da Quinta de Nª Sª do Carmo na região do Douro. O Quinta Nova N. S. do Carmo Mirabilis é um branco sublime, tal como o próprio nome (em latim) indica é maravilhoso!

A colheita de 2018 teve apenas produção de 15.000 garrafas e foi particularmente feliz, tendo recolhido distinções nivel nacional – 18 pontos, Revista Grandes Escolhas – e internacional – 92 pontos Robert Parker.

Chryseia 2018 Douro Tinto
Chryseia 2018 Douro Tinto

9. Chryseia Tinto 2018 [Douro]

Em 1999, duas famílias, Prats & Symington (P&S), uniram-se no Douro para criar vinhos de excelência naquela região. Esta parceria deu frutos e criou uma das marcas mais prestigiadas do Douro – Chryseia.

A colheita de 2018 do Chryseia Douro Tinto é composta maioritariamente pelas castas Touriga Franca (55%) e Touriga Nacional (45%), tendo um estágio de 15 meses em barricas de carvalho francês. Trata-se por isso de um vinho excecional e de grande classe.

É possível adquirir uma garrafa por valores entre os 50€ e os 60€.

Quinta da Leda 2017 Douro Tinto
Quinta da Leda 2017

10. Casa Ferreirinha Quinta da Leda Tinto 2017 [Douro]

A  Quinta da Leda é uma das mais emblemáticas quintas da região do Douro. Sinónimo de qualidade superior, esta quinta produz uvas/vinhos de grande complexidade e elegância.

O Quinta da Leda 2017 é produzido a partir das castas Touriga Franca (45%), Touriga Nacional (30%), Tinto Cão (15%) e Tinta Roriz (10% ). Durante cerca de 18 meses, estagiou em barricas de carvalho francês novas (50%) e usadas (50%).

É a companhia ideal para pratos de carne, caça e queijos fortes. É possível encontra-lo facilmente por valores entre os 40€ e 50€.

Casa de Santar Espumante Vinha dos Amores
Casa de Santar Espumante Vinha dos Amores

11. Casa de Santar “Vinha dos Amores” Bruto Encruzado Blanc de Blancs Espumante 2013 [Dão]

O primeiro e único espumante a figurar nesta lista, mas que deixa este tipo de vinho muito bem representado!

O Casa de Santar Vinha dos Amores é espumante extra-bruto, feito 100% com a casta Encruzado, da região do Dão e que apresenta uma cor cristalina, com bolha fina e persistente. Tem aromas de frutos secos, biscoito e pão torrado. É possível encontrá-lo por 30€.

Conserva os teus vinhos à temperatura certa! A Cave de Vinhos ideal está no KuantoKusta!

Temos mais de 2 milhões de produtos, em mais de 1100 lojas. Tudo em KuantoKusta.pt.

Os melhores vinhos Portugueses – TOP do TOP

Chegamos então ao TOP do TOP dos melhores vinhos Portugueses. Os vinhos presentes nestas sugestões são produzidos em quantidades reduzidas e por isso o seu preço “dispara”!

De qualidade superior, são normalmente premiados internacionalmente pela critica especializada, figurando entre o Top Mundial.

Barca Velha 2011 Douro Tinto
Barca Velha 2011 Douro Tinto

12. Barca Velha Tinto 2011 [Douro]

O vinho tinto Barca Velha é um dos vinhos portugueses mais icónicos. A sua colheita mais recente é de 2011 e foi lançada este ano (meados abril), sendo que esta é apenas a 20ª edição deste vinho.

O ano 2011 no Douro foi um dos mais marcantes de sempre na região, produzindo vinhos de qualidade ímpar. Espera-se por isso que esta colheita de Barca Velha seja uma das melhores de sempre! Não se espantem por isso se os seus preços forem entre os 800€ e os 900€.

Pêra Manca 2014 Alentejo Tinto
Pêra Manca

13. Pêra Manca Tinto 2014 [Alentejo]

Foi produzido pela 1ª vez pela Fundação Eugénio de Almeida em 1990. Feito das castas Trincadeira e Aragonês este vinho DOC Alentejo é sinónimo de qualidade excecional. É um vinho elegante e com grande potencial de envelhecimento.

Atualmente a marca “Pêra Manca” é uma das mais prestigiadas da região alentejana, e mais reconhecidas internacionalmente. Recentemente, esta colheita de 2014 do Pêra Manca, recebeu 90 pontos (em 100 possíveis) do crítico Robert Parker, um dos mais influentes no sector dos vinhos a nível mundial. Cada garrafa pode custar entre 300€ a 400€.

Quinta do Vale Meão 2017 Douro Tinto
Quinta do Vale Meão

14. Quinta do Vale Meão Tinto 2017 [Douro]

O Quinta do Vale Meão Tinto 2017 resulta da combinação de varias castas, em que 55% é Touriga Nacional, 40% Touriga Franca, 3% Tinta Barroca e 2% Tinta Roriz. Um vinho intenso e vibrante, mas com uma grande elegância. Tal como os dois vinhos anteriores, também este tem um grande potencial de guarda. Em 2019 arrecadou 19 pontos (em 20 possíveis) da Revista Grandes Escolhas, uma das principais publicações de vinhos em Portugal. O preço desta colheita pode variar entre os 150€ e os 200€.

Mouchão Tonel 3-4 2013 Alentejo Tinto
Mouchão Tonel 3-4 Tinto 2013 [Alentejo]

15. Mouchão Tonel 3-4 Tinto 2013 [Alentejo]

Este DOC Alentejo proveniente das vinhas da Herdade do Mouchão, é um 100% Alicante Bouchet. Um vinho com notas mentoladas, fruta preta e especiarias, que o tornam muito distinto dos anteriormente apresentados. É perfeito para acompanhar pratos de carne grelhada ou pratos de caça.

A colheita 2013 foi premiada pela critica internacional, atingido 96/100 pontos pelo critico Robert Parker. Podes encontrar garrafas desta colheita por cerca de 150€.

Encontra mais de 100 acessórios para vinhos no KuantoKusta!

Temos mais de 2 milhões de produtos, em mais de 1100 lojas. Tudo em KuantoKusta.pt.

Conclusão

Esta lista é pequena para a qualidade de vinhos que temos em Portugal nas diferentes regiões. E, para além disso, é baseada apenas nos vinhos que já provei. Sendo que, como em tudo na vida, o melhor para mim, não significa necessariamente o melhor para ti – “Se todos gostássemos do mesmo, o que era feito do amarelo?”

No entanto, o objetivo desta lista foi ajudar a encontrar vinhos que sejam marcantes e que se possa beber e partilhar em momentos importantes, quer com amigos, quer com familiares. Agora já não há desculpa para não escolher um bom vinho quando se quiser impressionar os convidados!

Autor

O Vasco não perde a oportunidade de beber um bom vinho na companhia dos amigos e continua a somar marcas, regiões e diferentes geografias à sua "biblioteca vínica". De resto tem a sorte de desde 2017 estar ligado profissionalmente ao mundo dos vinhos. Aficionado pelo desporto, descobriu há 2 anos um dos que mais cresceu nos últimos anos: o Padel.

Comentários