Os ratos gaming são um periférico de extrema importância no mundo dos desportos electrónicos.

Com um crescimento exponencial um pouco por todo o mundo, o gaming é cada vez mais uma atividade que vai para além do entretenimento. Aqui, a precisão e cada milisegundo contam e distinguem o vencedor do perdedor.

Com esta elevada exigência e com a profissionalização dos jogadores de desportos eletrónicos (eSports), surgiu a necessidade de desenvolver e adquirir equipamentos adequados para garantir a melhor performance do jogador, seja ele profissional, ou não.

Neste artigo são exploradas as principais especificações dos ratos para gaming, qual a sua  importância para o desempenho do jogador, e ainda um top 10 dos melhores ratos gaming.

Tabela de Conteúdos

 

Os 10 melhores ratos gaming do mercado em 2020

rato gaming Zowie Benq FK1
Zowie Benq FK1

1. Zowie Benq FK1

  • Tipo de sensor: ótico
  • DPI: 400 – 3200
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: USB (com fio)
  • Ergonomia: ambidestro
  • Peso: 86 gramas
  • Extras: 5 botões programáveis

O Zowie Benq FK1 é um dos ratos mais utilizados na comunidade gaming de CS:GO. Este acessório é a prova que um rato gaming não precisa de custar uma fortuna para ser topo de gama.

Não tem 16000 DPI mas sim 3200, tem um tempo de resposta de 1ms e um design clean que preza pela qualidade e conforto.

Este modelo existem em 3 tamanhos: M, L, XL. Assim, cada jogador pode escolher o que mais se adequa à sua pega.

O poderoso sensor ótico garante a máxima precisão e fiabilidade na hora de encontrar os adversários.

Para jogos de FPS, como CS:GO, COD, Valorant e outros este é um rato de excelência, encontrando-se disponível a partir de 65€.

rato Logitech Pro Wireless Gaming
Logitech Pro Wireless Gaming

2. Logitech Pro Wireless

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 16000
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: sem fios
  • Ergonomia: ambidestro
  • Peso: 80 gramas
  • Extras: 8 botões programáveis

O rato G Pro Wireless da Logitech é um rato com uma precisão incrível, principalmente tendo em conta que é uma tecnologia sem fios. O sensor é ótico e no que diz respeito ao tempo de resposta, este equipamento apresenta 1ms.

O G Pro Wireless é construído com materiais leves e de elevada qualidade. Relativamente à bateria, esta dura em média 40 horas.

Um dos elementos diferenciadores deste rato são botões laterais que podem ser removidos e trocados por “almofadas”.

Para além destas especificações, este rato gaming tem memória interna que lhe permite armazenar e transportar as configurações para todo lado sem ser necessário instalar softwares externos.

Estas especificações fazem do G Pro Wireless um dos ratos mais utilizados nos diversos jogos eletrónicos do mundo.

Para alguns entusiastas do gaming a única desvantagem deste modelo poderá ser o preço, uma vez que este rato está disponível a partir de 120€.

Rato gaming Razer Viper Ultimate
Razer Viper Ultimate

3. Razer Viper Ultimate

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 20000
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: sem fios
  • Ergonomia: ambidestro
  • Peso: 74 gramas
  • Extras: 8 botões programáveis

Os envolvidos nos desportos eletrónicos certamente que conhecem a Razer. O Viper Ultimate é um dos pontos mais altos da marca, no que aos ratos diz respeito.

Este rato sem fios está equipado com sensor ótico que responde em apenas 1 ms (o que é excelente tendo em conta que é sem fios).

Conta com 8 botões que podem ser programados individualmente e, tal como o Logitech, tem uma memória interna para armazenar as configurações do jogador.

Este modelo foi concebido através de materiais de elevada qualidade, tem até 70 horas de autonomia e carrega através da sua base.

É um modelo versátil, uma vez que é ambidestro, ou seja, pode ser utilizado por destros e canhotos.

Este rato gaming está disponível a partir de 150€.

Rato SteelSeries Rival 600
SteelSeries Rival 600

4. SteelSeries Rival 600

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 12000
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: USB (com fio)
  • Ergonomia: mão direita
  • Peso: adaptável – 96 a 128 gramas
  • Extras: 7 botões programáveis

A Steelseries é uma das marcas com maior reputação no mundo de acessórios gaming, desde: teclados, headphones, ratos gaming, entre outros.

O SteelSeries Rival 600 tem uma ergonomia para jogadores que usam a mão direita e liga-se ao pc através de USB.

Ao nível de DPIs ele pode-se ajustar entre os 100 e os 12000 DPIs e apresenta um tempo de resposta de 1ms.

Ao todo tem 7 botões programáveis, um peso ajustável tendo em conta as preferências do utilizador e encontra-se disponível a partir de 75€.

rato Razer Naga Trinity
Razer Naga Trinity

5. Razer Naga Trinity

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 16000
  • Tempo de resposta: 1ms
  • Conetividade: USB
  • Ergonomia: mão direita
  • Peso: 120 gramas
  • Extras: 3 partes laterais adaptáveis ao jogador

O design único do Razer Naga Trinity tornam-no uma escolha comum para jogos como WOW, LOL. 

Existem três esquemas de botões laterais diferentes que o jogador pode trocar facilmente. São estes esquemas que o tornam particularmente interessante para os jogos mencionados anteriormente.

O sensor ótico de elevada precisão e os 1000Hz de tempo de resposta (1ms) fazem do Naga Trinity um rato adequado para alta performance.

Uma das desvantagens deste modelo é o facto de ter sido projetado e concebido apenas para destros. Encontra-se disponível a partir de 93€.

rato corsair scimitar
Corsair Gaming Scimitar

6. Corsair Scimitar

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 16000
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: USB (com fio)
  • Ergonomia: mão direita
  • Peso: 147 gramas
  • Extras: 17 Botões programáveis

A Corsair também é uma marca conhecida neste segmento.

Neste caso, o Corsair Scimitar encontra-se no mesmo patamar e segmento do Razer Naga Trinity.

Tal como o modelo anterior, este rato gaming adequa-se para jogos como: LOL, WOW, DOTA, Smite. Comparando com o Naga Trinity, o Scimitar pesa 147 gramas e não apresenta a funcionalidade dos esquemas laterais de botões “adaptáveis”.

No total, este modelo de dimensões grandes apresenta 17 botões programáveis de forma independente.

A nível de tempo resposta consegue atingir os 1000Hz, ou seja, 1ms que é o valor esperado para um rato gaming.

Em termos de preço este modelo da Corsair está disponível desde 88€.

rato Zowie BenQ EC2
Zowie BenQ EC2

7. Zowie EC2

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 3200
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: USB (com fio)
  • Ergonomia: mão direita
  • Peso: 90 gramas
  • Extras: 5 Botões programáveis

Ao contrário do Zowie FK1, o Zowie EC2 só está disponível em dois tamanhos: M e L.

O EC2 também é um modelo bastante conhecido dos adeptos dos jogos FPS (CS:GO, COD, etc). É um rato com um design simplista, que apresenta um lado direito mais redondo para facilitar a pega do jogador.

No que às especificações técnicas diz respeito, ele é semelhante ao FK1, onde existe um sensor ótico, 3200 DPI e um tempo de resposta dentro do esperado – 1ms.

Quanto a preço de aquisição, este modelo encontra-se disponível a partir de 74€.

rato Razer DeathAdder Essential
Razer DeathAdder Essential

8. Razer Deathadder Essential

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 6400
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: USB (com fio)
  • Ergonomia: mão direita
  • Peso: 96 gramas
  • Extras: 5 Botões programáveis

O Razer DeathAdder Essential é uma versão de entrada de gama de um dos best-sellers da Razer, o DeathAdder.

Com uma resposta em apenas 1ms, este modelo tem um intervalo que vai desde os 100 até aos 6400 DPIs.

Mesmo sendo um acessório de entrada de gama, é composto por um sensor ótico para garantir precisão nos movimentos. Ao todo o DeathAdder Essential apresenta 5 botões e pesa 96 gramas. 

Este é um modelo que pode ser adquirido a partir de 40€, sendo ideal para quem procura uma solução que garanta uma boa relação qualidade/preço.

Logitech G MX 518
Logitech G MX 518

9. Logitech MX518

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 16000
  • Tempo de resposta: 1000Hz – 1ms
  • Conetividade: USB (com fio)
  • Ergonomia: mão direita
  • Peso: 101 gramas
  • Extras: 8 Botões programáveis

Quem jogou Counter-Strike 1.6 certamente conhece este ícone – o Logitech MX518. Devido ao enorme sucesso deste rato em jogos de FPS, a marca decidiu fazer renascer aquele que é um dos melhores ratos gaming de sempre.

O novo modelo vem com a estética mais atualizada, mas a essência do rato permanece a mesma. Os lados do rato são curvos para suportar uma ergonomia dedicada para jogadores que jogam com a mão direita.

Equipado com um sensor ótico que providencia uma elevada precisão e com um tempo de resposta rápido (1ms), esta é uma das melhores opções de preço/qualidade existentes no mercado.

O renascido MX518 tem uma memória interna que lhe permite armazenar as configurações pessoais do jogador e está disponível desde 45€.

Rato Glorious Race Model O White
Glorious Race Model O

10. Glorious Model O

  • Sensor: ótico
  • DPI: 100 – 12000
  • Tempo de resposta: 1ms
  • Conetividade: USB
  • Ergonomia: ambidestro
  • Peso: 58 gramas
  • Extras: 6 botões

Com um design único e invulgar, o último elemento do top dos melhores ratos gaming é o Glorious Model O que é semelhante ao popular FinalMouse Air 58 Ninja.

O Glorious Model O apresenta 1ms de tempo de resposta. Já o FinalMouse Air 58, que é mais raro e também mais caro, apresenta 2ms (que comparando com a concorrência deixa um pouco a desejar).

Este modelo está agora disponível em duas dimensões, indicadas para mãos grandes (Model O) e para mãos médias ou pequenas ( Model O-).

Tal como os outros modelos apresentados, também este rato é constituído por um sensor ótico para garantir uma maior precisão.

Encontra-se disponível desde 55€.

Ratos gaming: o que são, especificações e importância

Os ratos gaming são projetados e construídos para melhorar o desempenho do jogador tal como os teclados gaming.

Com o crescimento do mundo dos eSports foram surgindo algumas marcas que criaram “cópias de ratos de gaming”. De forma resumida, essas marcas usam um rato “normal” e colocam-lhe uma luz RGB, atribuindo-lhe um nome mais desportivo ou agressivo.

No entanto, um rato dedicado aos jogos eletrónicos é muito mais do que um rato com uma luz RGB. Existe uma série de características que é preciso analisar, tais como: DPI, tempos de resposta, tipo de sensor, ergonomia, conectividade, botões extra, marca, entre outras.

Como escolher um rato gaming: especificações a considerar

DPIs

Os DPIs (pontos por polegada) são uma das características mais conhecidas dos ratos gaming. No entanto, não é apenas esta característica que define a qualidade de um rato.

A escolha de um rato apenas pelo número de DPIs é um dos erros mais comuns de quem compra sem procurar informação prévia.

Os DPIs medem o quão sensível é o rato ao movimento e permitem fazer com que a deslocação deste seja mais ou menos rápida, mediante a preferência do utilizador.

Dica: Um número muito elevado de DPIs não significa que o rato seja melhor. Isto porque, provavelmente, quando o rato estiver definido com DPIs muito altos, será difícil de o controlar.

Tempo de resposta

Os tempos de resposta são de extrema importância na escolha de um rato gaming, uma vez que medem a frequência (Hz) com que o rato comunica a sua posição ao computador.

Habitualmente os valores situam-se entre os 125 Hz e os 1000 Hz. Mas afinal o que significam estes valores na prática?

  • 125 Hz: o rato diz ao computador a sua posição 125 vezes por segundo, ou seja, a cada 8 milisegundos;
  • 500 Hz: o rato diz ao computador a sua posição 500 vezes por segundo, ou seja, a cada 2 milisegundos;
  • 1000 Hz: o rato diz ao computador a sua posição 1000 vezes por segundo, ou seja, a cada 1 milisegundo;

Este tempo de resposta é importante para reduzir o lag entre os movimentos reais do rato e o que aparece no ecrã.

Apesar dos tempos de resposta serem importantes em todos os jogos, assumem uma importância maior naqueles onde cada milisegundo conta e faz a diferença, como é o caso dos jogos FPS (First-Person Shooter) – CS:GO, Fortnite, Valorant, Call of Duty.

Sensor

Nos ratos gaming existem dois tipos de sensor: o ótico e o laser.

Cada um destes sensores têm as suas vantagens e desvantagens e cada jogador poderá ter a sua preferencia.

No entanto, sem entrar em detalhes técnicos, os ratos gaming com sensor ótico são mais precisos uma vez que reduzem a aceleração gerada pelos movimentos do rato.

Dica: Sempre que possível, escolhe um rato que tenha um sensor ótico.

Ergonomia

Pegar no rato com a mão esquerda ou direita, bem como o tipo de apoio de mão (se é completo ou não sobre o rato) e até o tamanho da mão são perguntas às quais se deve dar resposta para escolher o rato perfeito para cada jogador.

Dica: Para os jogadores canhotos a escolha do rato deve ser feita com especial atenção, uma vez que grande parte dos modelos são para jogadores que usam o rato com mão direita. Uma boa solução é optar por um rato ambidestro.

Conetividade

A conetividade pode fazer toda a diferença entre escolher um dos melhores ratos gaming ou um rato gaming “banal”. 

Por isso é preciso analisar com atenção a escolha que se vai fazer. Na seguinte tabela são apresentadas as principais vantagens e desvantagens de cada um dos tipos de rato (com fios e sem fios).

Tipo de rato Vantagens Desvantagens
com fios – conexão estável

– mais responsivo

– mais económico

– cabos
sem fios – movimentos mais flexíveis e livres

– esteticamente mais bonitos porque não têm cabos

– lag / atrasos de resposta

– bateria / autonomia

– mais caros

Como se pode ver os ratos com fios são geralmente mais económicos, responsivos e com uma conexão mais estável.

A sua única desvantagem é a presença do cabo que pode tornar os movimentos do jogador um pouco limitados.

No entanto, esta situação pode ser facilmente contornada com um mouse bungee, que vai ajudar a manter o fio do rato na posição certa, para que a performance do jogador não seja comprometida.

Relativamente aos ratos sem fios, eles tornam os movimentos mais livres e são esteticamente mais apelativos para construir um setup gaming sem fios.

Porém, neste tipo de ratos é preciso ter em atenção o nível de bateria. Para além disto, é necessário considerar o delay/lag que existe pela conexão ser feita sem fios.

Apenas os melhores ratos sem fios garantem um excelente desempenho a este nível.

Marca

A marca também é, sem dúvida, um fator importante.

É mais fácil prever o tipo de qualidade de um produto de uma marca que tem um histórico no mercado. Mesmo que esta marca apresente várias gamas, há um conhecimento prévio pelo que já foi criado por essa marca.

Apesar disso, as marcas que estão a surgir no mercado de gaming não devem ser ignoradas.

Dica: Nos casos das marcas novas, o jogador deverá ver as especificações com atenção redobrada e a fazer uma pesquisa exaustiva sobre opiniões de outros jogadores que já tenham utilizado o equipamento em questão.

Botões extra

Este é um elemento que para um tipo de jogadores pode ser essencial, mas que para outro tipo pode ser completamente indiferente. A valorização desta característica depende muito do tipo de jogos que o utilizador joga.

Por exemplo, um rato com 12 botões extra na lateral não faz muito sentido para um jogador de CS:GO. Em contrapartida, para um jogador de League of Legends ou World of Warcraft pode fazer toda a diferença.

Dica: Ao escolher um rato deve-se eleger aquele que ofereça uma melhor resposta às necessidades e ao tipo de jogo que habitualmente mais se joga. Para além disso, o rato dever ser confortável e prático.

Peso

O peso do rato é algo muito pessoal. Não existe certo ou errado, melhor ou pior. O jogador tem de se sentir confortável com o modelo escolhido.

A pensar nas preferências dos diferentes perfis de jogadores, algumas marcas têm modelos em que o peso é ajustável através de uns “mini pesos” externos.

Extra: RGB

As luzes RGB não são essenciais para definir a qualidade de um rato gaming.

No entanto, para além de tornarem os ratos esteticamente mais apelativos, o RGB pode ser bastante útil e informativo para o jogador.

A mudança dos DPIs deve ser sinalizada visualmente no rato. Esta funcionalidade ajuda a evitar que se mantenha um número de DPIs com o qual não é habitual jogar.

Conclusão

A escolha de um rato gaming depende de outras especificações para além dos DPIs, como por exemplo: tempo de resposta, tipo de sensor, ergonomia, peso, conetividade, entre outros.

O utilizador deve escolher um rato que se adapte ao(s) jogo(s) que joga, à sua mão e ao estilo de pega no rato.

Na parte de ergonomia e pega, os jogadores que utilizam a mão esquerda têm de ter especial atenção à sua escolha, uma vez que existem muitos ratos construídos para quem joga com a mão direita.

Resumindo, é preciso considerar diversas especificações, o tipo de jogo que se vai jogar, a qualidade do rato e ainda o orçamento disponível.

André Freitas
Autor

O André anda sempre de mão dada com a tecnologia, o desporto e o gaming. Prefere iOS ao Android, e divide o seu tempo entre a família, o ginásio, onde passa horas a treinar, e os amigos. Tem ainda uma pequena paixão pelo mundo automóvel.

Comentários