A musculação é uma forma de promover a atividade física e está associada ao mundo dos ginásios. Apesar disso, esta pode ser realizada em vários locais, como por exemplo em casa, desde que se tenha o material adequado.

Os objetivos principais da musculação são aumentar a massa muscular e a força do praticante, construindo assim um corpo tonificado/esculpido.

Ao longo do artigo, são apresentados os principais benefícios desta modalidade e ainda uma lista dos melhores acessórios para os praticantes de musculação.

Tabela de Conteúdos

Benefícios da musculação

A musculação serve para muito mais do que construir um corpo “bonito”. É fundamental para a preparação de muitos atletas de várias modalidades, como por exemplo: futebol, andebol, basquetebol, entre outas.

A musculação torna-se parte essencial da preparação física dos atletas porque apresenta benefícios no desenvolvimento muscular e contribui para [1,2,3,4,5,6]:

  • a redução de doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2
  • a redução o risco de obesidade
  • a prevenção AVC
  • o desenvolvimento e manutenção de ossos, músculos e articulações saudáveis
  • desenvolvimento de equilíbrio e melhores posturas corporais
  • o bem-estar psicológico (reduz o stress, a ansiedade e a depressão)

10 melhores acessórios para praticantes de musculação

1. Luvas

A lista de sugestões começa com um dos mais básicos e essenciais acessórios para praticantes de musculação: as luvas. Para quem não gosta das luvas, existem como alternativa os grips pads.

Ambos os acessórios são importantes para garantir a segurança e conforto durante o período de musculação, ajudando a evitar que os halteres, barras, kettlebells e outros elementos de treino escorreguem das mãos.

Desta forma consegue-se reduzir e prevenir alguns acidentes e lesões.

Além deste aspeto relacionado com a segurança, estes acessórios ajudam no conforto evitando as dores e calos resultantes do exercício.

Existem diferentes tipos de luvas: todas fechadas, fechadas até meio da mão, praticamente todas abertas, com ou sem apoio para o pulso. No entanto, o importante é escolher umas luvas que assentem bem nas mãos e que forneçam uma boa aderência.

2. Sapatilhas

Um erro bastante comum nos praticantes de musculação é a escolha das sapatilhas.

São muitos os que negligenciam o calçado apropriado para esta atividade física, prejudicando a sua performance e sobretudo a sua saúde.

Os fatores mais importantes a serem considerados na escolha de umas sapatilhas para musculação são:

  • sola rígidas/não compressíveis: em sapatilhas que a sola é muito maleável (compreensível) perde-se a estabilidade que tanto é necessária para executar exercícios como: deadlift, agachamento, entre outros.
  • altura do calcanhar: ajuda a garantir estabilidade e suporte. Existem vários tamanhos disponíveis que se adequam tendo em conta a fisionomia do atleta.

O corpo precisa de se manter estável e firme durante a execução dos exercícios, para que os músculos sejam trabalhados sem sobrecarregar os joelhos ou a coluna. Como tal, o calçado para musculação mais adequado é o tipo de sapatilha plana e que possui um amortecimento mais rígido.

Ou seja, a sapatilha escolhida deve ter uma pequena diferença de altura entre a planta do pé e o calcanhar para garantir uma boa postura e maior estabilidade.

3. Faixas (straps)

As faixas, conhecidas como straps no mundo da musculação, tal como os cintos, têm um papel de estabilização, mas neste caso são para os pulsos e joelhos.

Ao contribuir para uma estabilização correta e efetiva do corpo, os straps ajudam a prevenir lesões causadas pela incorreta execução dos exercícios.

4. Cinto

O cinto é um acessório que se encontra em praticamente todos os ginásios.

Este é utilizado por muitos dos praticantes de musculação, bem como por atletas federados ligados a modalidades de força e potência, como por exemplo, o powerlifting.

Este acessório tem como principal função, o aumento da pressão intra-abdominal, contribuindo assim para a estabilidade do tronco. O objetivo é garantir o máximo de estabilidade durante a execução de exercícios com cargas pesadas para evitar lesões na coluna.

Como tal, em cargas leves, o uso do cinto é dispensado, a menos que seja recomendado por um profissional. Isto porque o objetivo dos treinos é fazer com que a zona média do corpo (zona abdominal e lombar) trabalhe autonomamente e se fortaleça.

Relativamente à escolha do modelo, há imensos cintos disponíveis no mercado e com diferentes acabamentos. Neste campo recomenda-se a escolha de um cinto que ofereça maior suporte e conforto ao atleta.

5. Ganchos de levantamento

Os ganchos de levantamento são a solução ideal para aqueles que não têm a técnica desenvolvida para pegar na barra ou para os que não têm uma pega forte.

Estes ganchos são particularmente úteis para os casos em que as cargas começam a aumentar, e o praticante não consegue ter uma pega tão firme.

Com estes acessório, o praticante obtém uma pega mais firme e estável, podendo executar o exercício em segurança.

Ao escolher um ganho é essencial garantir que este é feito de um material resistente. Caso contrário irá deformar-se com o uso e colocar em risco a segurança.

6. Acessórios de hidratação

A hidratação é essencial durante a atividade física, mesmo para os treinos de musculação.

Como tal, e ao contrário do que muitos pensam, é preciso manter os níveis de hidratação nos dias de calor e de frio.

Para isso, o praticante tem várias soluções disponíveis tais como: garrafas, shakers e ainda os garrafões (que têm uma maior capacidade de armazenamento).

7. Arm blaster

O arm blaster é um equipamento utilizado para realizar exercícios focados em trabalhar os bíceps.

A função do arm blaster é impedir que os braços se movimentem durante a execução dos exercícios, sejam eles com barra ou halteres.

Como é que este equipamento faz isto? Através da fixação dos cotovelos no lugar certo, de forma firme, que impedem o impulso e o auxílio dos movimentos corporais para transportar o peso.

Com esta redução de “ajuda externa”, o arm blaster isola completamente o trabalho bícep fazendo com que o desgaste dos exercícios seja mais efetivo.

8. Monitor de atividade

Os monitores de atividade não poderiam faltar nesta lista dos produtos essenciais para praticantes de musculação, uma vez que permitem ao utilizador aceder a informação sobre a sua atividade desportiva.

Neste segmento tecnológico dos wearables há vários produtos que podem dar resposta à mesma necessidade, como por exemplo: relógios desportivos, smartbands ou smartwatches.

Estes equipamentos não oferecem todos as mesmas funcionalidades mas a grande maioria consegue disponibilizar informação sobre: o número de calorias gastas, o ritmo do batimento cardíaco.

Além disso também funcionam como cronómetro (excelente para monitorizar os tempos de descanso), permitem visualizar as notificações do smartphone e ainda controlar a parte multimédia do mesmo.

Relativamente às pulseiras de atividade, uma das melhores opções disponíveis no mercado, senão a melhor, é a Xiaomi Mi Band 5. Com um custo baixo, consegue-se obter um conjunto de informações e funcionalidades interessantes.

9. Auscultadores

Existem estudos que demonstram que a música tem um impacto positivo na performance do atleta durante os treinos de musculação [7].

E apesar de em praticamente todos os ginásios, ou mesmo todos, existir música ambiente, muitas pessoas que preferem escolher a música que vão ouvir durante o seu treino.

Para satisfazer esta necessidade existem vários modelos de auscultadores: com fios, sem fios, earbuds, headphones, com ou sem cancelamento de ruído externo.

10. Mala de refeições

Para terminar a lista dos produtos essenciais para praticantes de musculação segue-se algo que sai do mundo do treino mas faz parte dele.

Quem pratica musculação com o objetivo de aumentar a massa muscular, ganhar força ou construir um corpo tonificado, sabe que estes objetivos não se alcançam só com treino, a alimentação é uma parte fundamental.

Geralmente, este tipo de objetivos requer que o praticante faça várias refeições ao longo do dia. O que exige um número maior de marmitas e respetivo transporte. É aqui que as mochilas de refeições entram.

Existem vários tipos de mochilas e sacos de transporte para refeições. Há modelos que permitem levar 1 tupperware, outros que permitem levar 3 e até 6 tupperwares.

Para além desta capacidade de transporte, há malas que também acondicionam suplementos, garrafas de água e que até têm um espaço dedicado para objetos pessoais.

Na escolha da mochila de refeições recomenda-se que exista, pelo menos, uma zona térmica para transportar a comida.

Conclusão

A musculação é uma das imensas alternativas que existem para garantir um nível de atividade física. Tal como as restantes atividades desportivas, esta tem benefícios para a saúde física e mental do praticante.

A utilização de acessórios apropriados para musculação, garante que a prática da atividade é mais confortável e segura.

Fontes:

  1. https://www.dgs.pt/documentos-e-publicacoes/a-actividade-fisica-e-o-desporto-um-meio-para-melhorar-a-saude-e-o-bem-estar-pdf.aspx
  2. https://www.heart.org/en/healthy-living/fitness/fitness-basics/strength-and-resistance-training-exercise
  3. https://link.springer.com/article/10.2165%2F00007256-199010060-00003
  4. https://www.betterhealth.vic.gov.au/health/healthyliving/resistance-training-health-benefits
  5. https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/give-your-heart-health-a-lift
  6. https://www.hopkinsmedicine.org/health/wellness-and-prevention/3-kinds-of-exercise-that-boost-heart-health
  7. https://hrcak.srce.hr/91392
André Freitas
Autor

O André anda sempre de mão dada com a tecnologia, o desporto e o gaming. Prefere iOS ao Android, e divide o seu tempo entre a família, o ginásio, onde passa horas a treinar, e os amigos. Tem ainda uma pequena paixão pelo mundo automóvel.

Comentários