A famosa noite de Halloween, é conhecida como noite das bruxas e associada com os mortos e assombrações. Porém a realidade é que esta celebração surge de alguns milénios de tradição de vários povos que se vão mesclando ao longo dos séculos de forma a termos hoje a festa jovial que conhecemos.

Nós no KuantoKusta vamos celebrar efusivamente com tudo a que temos direito. Por isso fizemos uma seleção de artigos para esta data mas entretanto vamos perceber como surge o Halloween.

Origem

Embora hoje associemos o Halloween à festa americana esta não é no entanto a sua origem. Na verdade esta história remonta à 2.000 anos atrás à celebrações dos Celtas, que viviam na Grã-Bretanha especialmente nos territórios hoje associados à Irlanda.

Estes povos Celtas celebravam o ano novo a 1 de Novembro, encerravam o Verão e celebravam o fim das colheitas ao tempo que se preparavam para o frio do Inverno.

Samhain

Nesta altura associar o Inverno com a morte era muito fácil pois esta era uma presença muito palpável nestas comunidades quando chegava o frio e a comida escasseava. Assim, os Celtas comemoravam na véspera do ano novo o Samhain.

Este povo acreditava que nesta noite em particular a barreira entre o mundo dos vivos e o mundo dos mortos ficava mais ténue, acreditavam que nesta noite os mortos voltavam à terra.

Apesar de considerarem que estes espíritos podiam ser prejudiciais para as colheitas e afins ao mesmo tempo tinham a crença que esta proximidade com os espíritos permitia aos Druidas dos Celtas fazer previsões de futuro, e outras superstições às quais era fácil nesta altura sucumbirem.

As celebrações eram feitas em torno de grandes fogos sagrados junto aos quais se juntava toda a tribo.Nesta altura usavam disfarces, essencialmente peles e cabeças de animais(hoje em dia somos mais sofisticados).

Abóbora perdida

Na realidade há mais a dizer quanto a este festival mas é só isto que precisamos para fundamentar a evolução do Halloween.

Como se foi transformando

Mais tarde, em 43 DC, o império Romano conquista toda a região e aqui reinou 4 séculos. Num acto de assimilação da cultura conquistada os romanos implementaram dois festivais na data do Samhain: O primeiro era o Feralia em que celebravam aqueles que já haviam partido e o segundo era o dia para honrar Pomona, deusa da fruta e das árvores. O símbolo de Pomona era a maçã que assim se viu incorporada nas tradições.

A influência e conversão pelo Cristianismo

Entretanto Roma foi sendo tomada pelo cristianismo e tornou-se inclusive a capital desta religião, Assim em 609 DC o Papa Bonifácio IV estabelece o dia de todos os mártires em 13 de Maio e mais tarde o Papa Gregório III, indignado por ainda se comemorar o Samhain em diversos locais mesmo depois de tanto tempo, expande o dia de todos os mártires adicionando todos os santos e mudando a data para 1 de Novembro.

Noite em que os espíritos vagueiam pela terra

Mais tarde em 1000 DC foi criado o dia dos fiéis defuntos que celebrava os mortos muito à semelhança da celebração Celta e assim se fazia o processo de assimilação dos costumes pagãos muito embora muitos dos rituais e cerimónias tenham sido incorporados nas celebrações cristãs.

Como chega o actual Halloween

A palavra deriva do Inglês Arcaico Alholowmesse que se transforma em All-Hallows e depois All-Hallows Eve que eventualmente se torna no nosso conhecido Halloween.

Foi com a chegada à América que esta celebração começou a tomar a forma que hoje conhecemos. Levada para o novo continente pelos colonos europeus foi-se mesclando com os rituais indígenas e com os rituais de outros povos oriundos da Europa.

Continuou a ser uma festa que celebrava o fim das colheitas e continuou a ser uma festa que se relacionava com os mortos. Juntavam-se em praça pública para celebrar contanto histórias do mortos e fazendo partidas.

Com tempo os americanos fizeram evoluir estas celebrações para o que conhecemos hoje, algo que sai do âmbito da praça e passa para os bairros e casas, ainda assim as tradições firmaram-se com força e o famoso “trick-or-treat” passou a ser lugar comum e é hoje a loucura dos doces, aqui em Portugal começa a ter algum impacto mas é nos EUA que atinge números inauditos com cerca de 1/4 dos doces vendidos em todo ano, são vendidos nesta altura.

Doçura ou Travessura!?

Seja qual for a sua tradição, não são só as crianças que gostam de doces vão e celebrem com os mortos e monstros nesta noite que o dia a seguir é feriado!

The following two tabs change content below.
João Correia
Gestor de Conteúdos no KuantoKusta, Techie entusisasta por PC building e fã acérrimo de videojogos.
João Correia

Latest posts by João Correia (see all)