É hora de preparar a casa para receber as noites mais quentes e animadas do ano e também as festas dos Santos Populares.

Para que aproveita o verão e tudo de bom que esta estação do ano tem, deixamos algumas dicas para decoração de exteriores, para que os dias e noites sejam aproveitadas ao máximo.

Receber o Verão no exterior de casa

Durante a época de verão, os espaços exteriores como jardins, terraços e varandas, fazem toda a diferença numa habitação, especialmente em datas festivas como os Santos Populares.

Quem tem um espaço exterior, consegue aproveitar o melhor do Verão e festejar qualquer data, mesmo sem sair de casa, ainda que de uma forma um pouco diferente. Umas quantas cadeiras, uma mesa de madeira, umas almofadas decorativas e um guarda-sol, et voilà!

Temperados com alguns elementos decorativos, estes espaços ganham vida e ficam perfeitos para receber os dias (e noites) mais quentes e as festas de Verão.

Para descomplicar um pouco o processo, partilhamos algumas inspirações e dicas de decoração para exteriores.

churrasco em casa
Fonte: Unsplash

10 dicas de decoração para exteriores

1. Tipologia e tamanho do espaço

Cada tipologia de espaço, um jardim, terraço ou varanda, têm requisitos de decoração próprios. Isto porque um jardim, por exemplo, requer materiais e mobiliário diferentes daqueles que normalmente são usados na varanda de um apartamento.

Além do tipo de espaço, é importante ter em consideração o tamanho do mesmo. Os móveis e peças de decoração deverão ter dimensões adequadas ao espaço, não só por uma questão de estética e de harmonia visual, mas também para que o espaço em si seja aproveitado de forma eficiente.

Quais são as dimensões do local? Qual é o tamanho da área reservada para o churrasco e para a zona de lounge? Ter isto em mente é fundamental para evitar situações como o mobiliário comprado não caber no espaço.

2. Espaços exteriores pequenos exigem criatividade

Um espaço exterior mais pequeno não deixa de merecer uma decoração a rigor para receber o Verão ou, em particular, os Santos Populares.

Deixamos algumas ideias:

3. Cores e estilo de decoração

Outro fator a ter em conta é o estilo de decoração e a paleta de cores. Isso irá condicionar a escolha do mobiliário, das peças de decoração e da pintura do próprio espaço para que tudo fique harmonioso.

As cores mais requisitadas para decorar espaços exteriores são o amarelo, azul e branco, bem como os tons terra (terracota, castanho…), nude (bege, creme, cinza…) e verde.

Pode ser definida uma única cor principal para o espaço, combiná-la com outro tom secundário ou misturar várias cores. Tudo depende do estilo de decoração escolhido.

Para quem procura um estilo nórdico, as escolhas deverão recair sobre os tons nude e brancos. Já o estilo rústico recorre muito às madeiras e combina tons terra. A versão colorida, pelo contrário, puxa pela mistura de cores mais vibrantes, como o amarelo, rosa, vermelho e azul petróleo.

plantas em vasos
Fonte: Pexels

4. Plantas

Um espaço exterior, mesmo que já tenha relva ou algum arvoredo, torna-se muito mais confortável e ganha outra vida quando são adicionadas plantas. Por isso, tínhamos de incluí-las na nossa lista de dicas para decoração de exteriores.

A título de exemplo, as floreiras são ótimas para preencher cantos vazios. Um vaso com flores da época faz um ótimo centro de mesa. Já os jardins verticais podem ajudar a esconder uma parede com menos apresentação.

5. Têxteis

Da mesma forma que se dedica tempo a escolher os têxteis para o interior de uma casa, o mesmo se aplica ao exterior.

Trocar ou acrescentar pormenores e elementos decorativos em tecidos diferentes é uma das formas mais práticas de decorar um espaço exterior. Para o fazer, basta acrescentar um tapete de exterior, umas cortinas para filtrar a luz solar ou umas almofadas decorativas na zona de descanso. Uma excelente opção para acrescentar texturas, padrões e até conforto ao local.

Pérgola no jardim
Fonte: Unsplash

6. Mobiliário e decorações apropriados para o exterior

Qualquer móvel ou decoração tem de ser própria para estar ao ar livre. Acima de tudo, devem ser resistentes e impermeáveis para fazerem face às diferentes condições climatéricas.

Entre os melhores materiais para exterior, destacam-se os metais (aço epóxi, alumínio…), as resinas, as madeiras (Pinho, Acácia, Teca…) e alguns tipos de plástico. Para garantir que os materiais duram ainda mais tempo, devem ser adquiridas coberturas para mobiliário de exterior.

7. Um espaço para cocktails

Quem diz “não” a uma happy hour ao ar livre? Depois de banhos de sol, horas de conversa ou de uma bela sardinhada, nada melhor do que ter uma bebida sempre à mão. Se o espaço tiver espaço, cria uma pequena zona de cocktails/bar.

Existem bares de exterior prontos a instalar no local. Mas se preferires, podes criá-lo tu mesmo, com uma mesa de recanto e umas quantas prateleiras.

8. Versatilidade

Quando o sol espreita, a vontade de fazer refeições ao ar livre, de apanhar sol ou ler um livro no exterior aumenta.

Por isso, na escolha do mobiliário e da decoração para o exterior devem ser tidas em conta estas necessidades e dada preferência a artigos úteis, versáteis e práticos de manter e arrumar, tais como:

  • Mobiliário de jardim com arrumação – sofás ou bancos de arrumação, que aliam o conforto à versatilidade;
  • Mesas de exterior extensíveis ou redondas – ocupam menos espaço e permitem ter mais pessoas à mesa;
  • Armários de parede e prateleiras – libertando o espaço do chão para a circulação de pessoas ou para outras peças de decoração e móveis.
  • Barbecue com rodas – para que possa ser guardado facilmente quando não estiver a ser usado.
luzes no jardim
Fonte: Unsplash

9. Não esquecer a iluminação

Uma boa iluminação dá uma nova vida a qualquer espaço. Para quem procura um ambiente mais intimista e relaxante, as luzes quentes são as mais indicadas. Podem ser usadas sob a forma de grinaldas, cortinas de luzes ou candeeiros de chão, de teto e de parede.

Especialmente em dias de festa, como nos Santos Populares, a iluminação vai fazer toda a diferença.

Por fim, é necessário definir um o budget disponível para decorar o espaço e tê-lo sempre em mente. O orçamento vai influenciar bastante a escolha dos materiais, as quantidades, o tipo de peças e todas as questões faladas anteriormente.

10. Deixar-se levar pelo espírito da estação

A lista de dicas para decoração de exteriores podia não ter fim, uma vez que existem inúmeras formas e estilos de decorar um espaço ao ar livre. Apenas é necessário descobrir o estilo que melhor se adapta às necessidades da família e da própria casa.

O segredo passa por apostar em peças versáteis, verdadeiramente úteis, que sejam adequadas ao espaço em questão e que facilitem o dia a dia, nomeadamente na hora de as guardar. De resto, é só deixar-se levar pelo espírito da estação.

Catarina Martins
Autor

A Catarina adora passar tempo em família, ver séries e não dispensa um bom livro. Descobriu recentemente o gosto pela escrita e por partilhar dicas e ideias sobre Casa e Decoração.

Comentários