Legumes crocantes ou bacalhau cozido num instante? Independentemente do que gostas de cozinhar e de como preferes preparar cada um dos pratos, uma placa de indução pode ser perfeita para ti. Mas o que é e como escolher a melhor placa de indução? Nós explicamos-te!

Lê também: 8 dicas para escolher uma máquina de café
Lê também: Como escolher um frigorifico

1 – O que é uma placa de indução?

Uma placa de indução é uma peça fundamental em qualquer cozinha e substitui o uso do fogão tradicional. A placa gera um campo magnético através do uso de potentes ímanes que só se ativam quando entram em contato com um recipiente de fundo ferromagnético. Ou seja, se nada estiver em cima da placa, esta não aquece.

2 – Qual é a melhor placa de indução?

Imagina os alimentos que mais gostas de cozinhar e como preferes prepará-los antes de escolher a melhor placa de indução, pois cada uma delas, apresenta uma particularidade.

Placas de indução: para além de serem fáceis de limpar, aquecem com maior rapidez e permitem também um maior controlo das temperaturas. O que é particularmente importante em pratos em que controlar a temperatura adequada é crucial!

Lembra-te que as placas de indução apenas funcionam com tachos e recipientes de metal ferroso.

Vais comprar uma placa de indução? Temos mais de 690 modelos para ti!

Ver Artigos
Placas a gás: possuem os queimadores à mostra e por isso, permitem, de acordo com o tamanho da sua chama azul, alterar com mais facilidade a regulação do calor. A potência do aquecimento deste de uma placa a gás é, cerca de 20%, mais rápido que os queimadores convencionais. Esta é a melhor placa para quem gosta de cozinhar “à antiga”!

Vais comprar uma placa a gás?Temos mais de 640 modelos para ti!

Ver Artigos

Placas vitrocerâmicas: é aquecida pela resistência elétrica que tem por baixo e transmite calor ao recipiente que esteja em cima. Embora demore a aquecer, como também demora a arrefecer o calor residual pode terminar o processo de cozedura. Numa placa vitrocerâmica é possível cozinhar com qualquer tipo de utensílio.

Vais comprar uma placa vitrocerâmicas?Temos mais de 300 modelos para ti!

Ver Artigos

3 – Quantos queimadores?

Quatro, cinco ou seis? Bem… vai depender do espaço que tens disponível para instalar a placa de indução, se tens sempre algo a cozinhar e também se tens uma família numerosa. Se este cenário se aplica à tua realidade, opta por comprar uma placa com seis queimadores.

4 – Instalação

A bancada da tua cozinha deve ter no mínimo entre 25 e 30 cm de espessura para que as placas possam ser instaladas em segurança. Mas, para o bom funcionamento da placa de indução, não é necessário deixar nenhuma distância de outros móveis. Apenas, recomenda-se que deixes por trás do móvel, onde a placa será instalada, uma abertura de 20 mm para que, re-circule o ar quente que sai da placa de indução e arrefeça a parte eletrónica.

Se for instalar a placa de indução, por cima de uma gaveta, tem a consciência de que, com o calor da placa, os objetos no interior da gaveta tendem a aquecer.

5 – Segurança

As placas de indução aquecem apenas a área que toca nos tachos e recipientes, deixando o resto da superfície fria. Além disso, a superfície arrefece e pode ser tocada com segurança rapidamente após terminar de cozinhar.

Já as placas a gás, a possibilidade de ver a chama ajuda a tornar a cozinha mais segura. Para além disso, alguns modelos possuem um sensor de segurança que corta automaticamente a ligação de gás caso a chama se apague por qualquer motivo.

E nas placas vitrocerâmicas, a segurança também está assegurada, essencialmente para as crianças, pois a placa possui bloqueio para evitar que a placa se ligue acidentalmente. Para além disso, a placa possui um indicador de calor residual que o avisa da possibilidade de te queimares, caso toques na zona de aquecimento em questão.

Já sabes qual é a melhor placa de indução para ti? Conta-nos!

Comentários