Como escolher uma cama? 5 dicas para dormir confortavelmente

Como escolher uma cama? 5 dicas para dormir confortavelmente

Como escolher uma cama? 5 dicas para dormir confortavelmente

 

Se segues a recomendação médica de dormir, pelo menos, oito horas por noite vais passar, no mínimo, um terço da vida deitado numa cama, não vais? Por isso, nada mais justo do que dedicar bastante atenção, antes de escolheres este móvel. E para ajudar-te, nós preparámos as melhores dicas!

 

Lê também: Como escolher um ar condicionado
Lê também: Como escolher uma TV

 

1 – Tamanho da cama vs. tamanho do quarto

A palavra que dita a escolha de uma cama é “proporção”, ou seja, não adianta escolheres uma cama grande para um quarto pequeno, pois é preciso deixar espaço para circulação no quarto, certo? Por outro lado, não deves cair no extremo oposto, pois a cama precisa ter um tamanho mínimo para que uma ou duas pessoas caibam nela deitada.

É aconselhável deixar um espaço mínimo de 70 cm de cada lado da cama. Em alternativa, para conciliar as duas necessidades (tamanho da cama e do quarto) é encostar a cama num dos cantos do quarto para facilitar a circulação.

A altura da cama é outro fator a se considerar para se obter conforto e funcionalidade. O ideal é que a altura da cama, do chão ao topo, seja de 60 cm ou mais, dos quais o colchão tenha de 30 a 40 centímetros de altura.

Mas não é só, pois o tamanho do quarto também influi noutra escolha: optar por uma cama com ou sem cabeceira. Essa parte do móvel serve de anteparo entre ele e a parede e também desempenha uma função estética. Algumas cabeceiras chegam a ter 20 cm de espessura, o que é muito para quartos de pequena dimensão. Nesse caso, a melhor alternativa é colocar um painel de madeira atrás da cama, que produz o mesmo efeito estético, porém bem mais fino.

 

Está a pensar em ter uma cabeceira para a tua cama? Temos mais de 500 modelos para ti!

 

2 – Tipos de cama

Com ou sem cabeceira, de ferro ou de madeira, com gavetas e baús, redondas… há vários tipos de camas para todos os bolsos e estilos de decoração. Mas antes de optar por um tipo em particular, lembra-te que a escolha deve estar alinhada aos outros móveis do quar to e o material que os compõe.

 

Temos para ti mais de 700 camas para mobiliar o teu espaço de dormir. Vê a nossa sessão de camas!

 

3 – Qual colchão escolher?

Enquanto a escolha da cama é muito mais do que uma decisão estética, escolher o colchão certo é o que irá determinar o conforto e as boas noites de sono. Lembra-te que a escolha do colchão ideal deve recair sobre o peso de quem irá usá-lo e se tens ou não problemas de coluna ou até mesmo alergias.

Os colchões de mola são formados por estruturas de aço, que podem ser interligadas, chamados de bonnel, ou ensacadas individualmente, conhecido como pocket. A diferença é que no modelo bonnel o movimento de uma mola interfere em todas as outras, enquanto no pocket o movimento fica restrito a cada mola, ou seja, se a pessoa que dorme contigo se mexer muito na cama, tu não irás sentir tanto.

Já os colchões de espuma são classificados por sua densidade (indicada pela letra D nas especificações técnicas), que é um valor estipulado de quanto peso o colchão suporta. Por norma, a tabela indica que um D28 deve ser usado por pessoas com até 60kg, o D33 até 90kg e o D45 acima de 90kg.

Outras opções são os colchões ortopédicos, da Nasa e de látex. Os ortopédicos são indicados para quem tem problemas na coluna, pois são mais firmes que os normais por possuírem uma tábua de madeira revestida por espuma. Os colchões de espuma viscoelástica, conhecido como da Nasa, tem uma estruturação diferente e foi desenvolvida especialmente para os astronautas. O conforto extremo ao ser pressionado torna o colchão ideal para casais com muita diferença de peso.

 

Escolhe o colchão da tua cama! Temos mais de 10 mil modelos para ti!

 

4 – E as almofadas, qual escolher?

Tão importante quanto a escolha do colchão para a tua cama é a das almofadas, pois há um modelo ideal para cada jeito de dormir. Vê a tabela abaixo e descobre qual é a almofada ideal para garantir as tuas boas noites de sono:

Como escolher uma cama? 5 dicas para dormir confortavelmente

 

Já sabes quais almofadas deves escolher? Temos mais de 200 modelos para ti!

 

5 – Acessórios

As camas necessitam de alguns  acessórios, como o conjunto de lençóis, para que se possa dormir confortavelmente. Por isso, tem atenção às medidas exatas da cama, ou seja, comprimento, largura e altura.

Tomemos como exemplo a cama de casal padrão: com uma fita métrica, soma a largura do colchão (1,38 m) com a altura dos dois lados da cama (0,60 m x 2) para obter a metragem total de 2,58 m. Já o cálculo do comprimento do acessório se faz-se a acrescentar a altura na parte dos pés: 1,88 m + 0,60 m = 2,48 m. Tudo certo até aqui?

Para escolheres lençóis com elástico, lembra-te da medida de comprimento da cama e, em especial, a de altura, para evitar que o lençol se solte da cama. Já as colchas e mantas não precisam ter medidas exatas, só não podem ser curtos demais nem ficar junto ao chão. Por fim, os edredons e os lençóis comuns, sem elásticos, devem ser escolhidos de acordo com o estilo de decoração que tem o teu quarto.

 

Percebeste todas as dicas? Já sabes qual é a cama que vais escolher? Conta-nos!

 

Vamos acampar? 12 dicas e itens para organizar o melhor acampamento de sempre

Vamos acampar? 12 dicas e itens para organizar o melhor acampamento de sempre

Vamos acampar?

Há itens que são essenciais num acampamento e independente de ser a primeira, segunda ou… se perdeu nas contas?… a acampar, fazer um check list nunca é demais. Claro que essa lista de acampamento, varia de acordo com o local, a estação do ano, o período de estadia, se vais acampar sozinho ou em casal, com amigos ou familiares e como é óbvio: o teu perfil de campista!

Vê as dicas e os itens que são essenciais para que a tua experiência de acampar seja a melhor de sempre.

 

Compra agora tudo o que precisas para acampar! Temos mais de 5300 produtos para ti!

 

1 – Segurança

Verifica a infraestrutura do camping para garantires que estará num lugar seguro e confortável. Procures por um local que, além de ser bem localizado, tenha casa de banho e cozinha comunitária equipada e demais recursos que julgas importante, como por exemplo, monitoramento, área de lazer, wifi, etc.

 

2 – Tenda

Lembra-te que, durante os dias de campismo, a tenda será a tua casa temporária e por isso deves escolheres a melhor para que não corra o risco de dormir sem conforto. O ideal é que tenhas uma tenda leve (de 500g a 3kg), mas que seja impermeável para ser resistente a dias de chuva, por exemplo. Procura por tendas que sejam feitas com material de armação de alumínio ou de fibra de vidro. Acabam por ser a melhor escolha!

 

Escolhe a tua tenda agora! Temos mais de 500 modelos para ti!

 

3 – Onde montar a tenda?

É aconselhável fixar a tenda num lugar plaino e sem rebaixamentos no terreno, pois desta forma evita abrir valas no chão que implicam na contenção da água da chuva. Também aconselhamos que evite colocares a tenda diretamente exposta ao sol por muitos dias, pois isso acaba por comprometer a impermeabilização da tenda.

 

4 – Saco cama

Se o local do camping é frio, precisarás de um saco cama térmico que suporte baixas temperaturas, caso contrário, um saco cama de verão será mais adequado.

Além do saco cama, lembra-te do isolante térmico inflável ou de EVA. Este item é fundamental para que tenha uma “cama” de temperatura agradável para descansar depois de um grande dia a explorar a natureza.

 

Escolhe o teu saco cama agora! Temos mais de 1000 modelos para ti!

 

5 – Roupas

Vais acampar no inverno ou verão? De qualquer modo, prefiras utilizar roupas dry fit e de tactel que, para além de serem mais leves para transportar, secam rapidamente. Uma camisola e/ou um casaco impermeável é sempre recomendado, pois em meio a natureza, durante à noite, a temperatura costuma cair.

 

6 – Calçados

Botas de caminhada e chinelos para os momentos de descanso, precisa de mais? Só se for as meias de caminhada! Não te esqueças delas 😉

 

7 – Toalhas de microfibra

Com um preço acessível, compactas e de secagem rápida, as toalhas de microfibra só tem pontos positivos! Leva contigo uma para o corpo e uma para as mãos.

Escolhe agora a tua toalha de microfibra! Temos mais de 35 modelos para ti!

 

8 – Itens de higiene pessoal

Organizar o kit de higiene pessoal exige alguma praticidade. Leva o essencial e tudo em tamanho mini como: toalhitas, papel higiênico, pasta de dentes, escova de dente e de cabelo, shampoo, sabonete líquido biodegradável, desodorizante.

Se vais acampar acompanhado, opta por dividir alguns itens que não são de uso pessoal, como a pasta de dentes.

 

9 – Kit de primeiros socorros

Ao preparar o kit de primeiros socorros, inclua os teus medicamentos de uso diário, além de curativos, medicamentos para dor de cabeça, dor muscular, enjoos, diarreia, gripe e febre. Lembra-te também do repelente e do protetor solar!

 

10 – Água e alimentos

Calcula a alimentação pelos dias de viagem e não deixes de verificar se a água, no camping, é abundante e certificada para consumo. Quanto aos alimentos, priorize opções práticas, como os que não precisam de refrigeração para comer ao longo do dia (barra de cereais, frutos secos, etc) e que tenham uma durabilidade maior, como por exemplo, os que cozinhem mais rápido ou que sejam pré-cozidos.

 

11 – Itens extras

Há outros itens que podem vir a ser fundamentais para o teu acampamento, como fogareiro e combustível, louças e talheres, canivete, GPS ou relógio outdoor, lanterna, pilhas, power bank, livro ou diário…Vê se tens necessidade de levar tudo isso contigo!

Vê todos os itens extras que precisas para acampar!

 

12 – Mochila

Apesar de já teres a tenda, não há como carregar todos os itens sem uma mochila, pois não? Há mochilas para todos os tipos de campista, mas tudo depende se vais de carro até o local do camping ou não.

O ideal é que tenhas uma mochila pequena para os passeios e uma maior para guardar todos os teus itens, como a tenda e o saco cama. Ao escolheres a mochila, tem atenção às características de cada modelo! Analisa bem a capacidade, o tecido e as fitas para ajustá-la no teu corpo. Uma boa mochila ajuda-te a caminhar com tudo nas costas de forma confortável!

 

Escolhe a tua mochila agora! Temos mais de 500 modelos para ti!

 

Preparado para acampar? Apostamos que sim!
As dicas já tens, mas se ainda te faltam alguns itens, compra agora tudo o que precisas para acampar!

 

Cuidados do rosto: qual é a ordem certa da aplicação dos cosméticos?

Cuidados do rosto: qual é a ordem certa da aplicação dos cosméticos?

Cuidados do rosto: qual é a ordem certa da aplicação dos cosméticos?

Quando o assunto é cuidado facial, a lista de produtos recomendados para uso diário, para além de grande é diversa. Mas qual é a ordem certa para aplicar os cosméticos? A nossa equipa expert em saúde e beleza ajuda-te para teres uma pele ainda mais bonita, saudável e jovem.

 

1 – Primeiro passo: Limpeza

O primeiro passo é limpar o rosto com um sabonete adequado para cada tipo de pele. Em peles mais secas e sensíveis, recomenda-se a limpeza com desmaquilhantes ou produtos micelares que combinam óleo e água. Já em peles mais oleosas, podes usar sabonetes líquidos ou em barra com alguns princípios ativos que tratam e absorvem a oleosidade.

 

Precisas de comprar sabonete para limpar a pele?
Vê as nossas sugestões de sabonetes faciais. Temos mais de 1000 produtos!

 

2 – Segundo passo: tonificar

Com a pele limpa é hora da tonificar, para que a pele fique com o pH mais próximo do pH original.  Esse procedimento é necessário porque, quando lavamos a pele, acabamos por deixar a pele alcalina, pois o sabonete possui um pH muito básico.

 

Precisas de comprar um tónico?
Vê as nossas sugestões de
tónico. Temos mais de 300 produtos!

 

3 – Terceiro passo: hidratar

Existem centenas de cremes faciais, cada um desenvolvido para as diferentes necessidades de cada tipo de pele. Mas além dos cremes, há também os BB Cream, que reúne uma série de benefícios como a hidratação da pele, a uniformização do tom, a cobertura das imperfeições e ainda proteção dos raios UV.

Lembra-te que os movimentos básicos para aplicação de um creme ou de um BB Cream ajudam na eficácia do produto. Por isso, presta atenção no movimento certo de aplicação:

  • Entre as sobrancelhas e pela testa toda, os movimentos devem ser para cima e para fora, repetindo a mesma sequência algumas vezes;
  • No nariz os movimentos são de dentro para fora, do centro do nariz para baixo e para fora dando continuidade às bochechas;
  • Nas bochechas até o maxilar os gestos são de dentro para fora em movimentos ascendentes;
  • No pescoço os movimentos são de baixo para cima.

Precisas de comprar produtos para hidratar a pele?
Vê as nossas sugestões de cremes faciaisanti-idade BB Cream. Temos mais de 1000 produtos!

 

4 – Quarto passo: proteção solar

O uso do protetor solar é imprescindível para proteger a pele durante o dia! Mas não é só para garantir a proteção do sol, mas também do frio, os ares condicionados, etc. Para o inverno, recomenda-se um protetor solar fator FPS 30 e para o verão um dator FPS 50 com proteção UVA!

 

Precisas de comprar protetor solar?
Vê as nossas sugestões de protetor solar. Temos mais de 1000 produtos!

 

Aplicação de cremes faciais de dia e de noite

Alguns produtos devem ser passados apenas de manhã ou à noite. Fica atenta a estes detalhes! Durante o dia o foco é a proteção contra radiação solar, oxidantes e perda de água, então deves aplicar fotoprotetores, antioxidantes e hidratantes. Já à noite foca-te na renovação utilizando produtos anti-envelhecimento, cosméticos com ativos de ação reparadora como ácidos, coenzima Q10, ou de tratamento adequado para a tua pele.

Regresso às aulas: 8 itens que não podem faltar na lista de material escolar

Regresso às aulas: 8 itens que não podem faltar na lista de material escolar

Regresso às aulas: 8 itens que não podem faltar na lista de material escolar

Depois de umas férias bem passadas, ao ar livre e com muita diversão à mistura, chega a hora de preparar a mochila para o regresso às aulas. A compra do material escolar é um ritual que as crianças adoram e pode ser uma boa forma de os animar com a proximidade do primeiro dia de aulas.

Lápis e papel à mão? Faz um inventário daquilo que o teu filho tem e do que precisa comprar para o novo ano escolar e toma nota! Não o deixes regressar às aulas sem os materiais da lista abaixo!

 

Lê também: Como escolher um portátil
Lê também: 6 dicas para comprar um smartphone

 

1 – Cadernos

Não há como regressar às aulas sem cadernos novinhos em folha para escrever, desenhar e rabiscar, certo? Escolhe um caderno giro, com a personagem favorita dele na capa e com autocolantes para tornar o seu uso muito mais divertido.

 

2 – Marcadores

Existem marcadores mais coloridos que os da Stabilo? Somos suspeitos a falar, mas eles são mesmo! Deves garantir que ele tenha sempre um ou mais marcadores, de diferentes cores, para sublinhar informações e dicas importantes que são dadas pelos professores e partilhadas entre colegas.

 

3 – Lápis de cor

Não dá para fazer uma checklist, anotar os lembretes, pintar os desenhos e escrever num caderno novo sem um conjunto de lápis super coloridos.

 

4 – Régua e Compasso

Ah, as aulas de matemática… Elas estão de volta! A régua e compasso podem ser grandes aliados durante as aulas, principalmente as de geometria e matemática. Para além disso, pode ser também necessário o esquadro, o transferidor e outros materiais. Lembra-te de checar o que foi pedido na lista de material escolar. Combinado?

 

5 – Borracha

Desde as mais tradicionais, que podem ser usadas para apagar aqueles errinhos nos cálculos ou as mais inovadoras que apagam os registos escritos com caneta, ter uma borracha torna-se indispensável para corrigir os erros.

 

6 – Estojos

Com tantos lápis e materiais em miniatura há que escolher um estojo para guardá-los! Estampado ou neutro? Simples ou com vários compartimentos? Qual será o estojo que vais comprar para o teu filho?

 

7 – Post-It

Coloridos e de diversos tamanhos, os post-its podem ajudar muito na organização das tarefas escolares, principalmente em período de testes, quando os professores partilham as informações das quais não se pode esquecer!

 

8 – Mochilas

E onde guardar todos os materiais escolares? Fácil! Numa mochila nova bem estilosa!

 

Anotaste todos os materiais escolares que precisas de comprar?
Temos mais de 18 mil produtos de escritório e papelaria para um regresso às aulas com tudo o que é necessário!

 

Carrinho de bebé: 14 dicas para te ajudar a escolher o melhor modelo

Carrinho de bebé: 14 dicas para te ajudar a escolher o melhor modelo

Dicas para escolher o carrinho do bebé

 

O carrinho de bebé não está entre os objetos mais baratos do enxoval, mas é impossível não o ter. É essencial para te ajudar a transportar o bebé para lá e para cá durante muito tempo. O carrinho deve ser versátil e prático, pois serve tanto para transporte como para passeio e até para berço nas sonecas da tarde.

Entre os diversos modelos disponíveis no mercado, escolher apenas um pode ser um muito difícil, mas calma! Reunimos os aspetos mais importantes na escolha do carrinho de bebé para te ajudar a fazer a melhor compra!

Vais escolher o carrinho para o teu bebé? Atenção às nossas 14 dicas!

Vê os modelos de carrinho de bebé mais populares do KuantoKusta!

 

1 – Resistência

Por norma, os modelos de carrinho de bebé são indicados até 15Kg, peso que os pequenos costumam alcançar por volta dos 3 anos de idade. Mesmo assim, antes de escolheres o melhor modelo, lembra-te de dar uma olhadela nas recomendações do fabricante, ok? Assim garantes o uso do carrinho por muito mais tempo!

Precisa de ajuda para preparar o enxoval do bebé? Vê o nosso guia de compras!

 

2 – Segurança

Se o teu bebé é recém-nascido, vais precisar de um carrinho que o deixe bem seguro durante o transporte. Nesse caso, a escolha deve ser por um carrinho com um cinto de segurança de cinco pontos. Mas, se o carrinho é para bebés que já se sentam e gostam de ver tudo à sua volta, opta por um modelo com cinto de três pontos, que prende o bebé pela cintura com uma faixa entre as perninhas. Se o cinto for acolchoado, melhor ainda!

 

3 – Higiene

Para garantires agilidade na hora de limpar o carrinho de bebé, opta por um modelo que tenha revestimento lavável. Eles são bem mais simples e fáceis!

 

4 – Conforto

Escolhe um modelo de carrinho de bebé que tenha acolchoamento interno. Este pequeno detalhe deixa o teu bebé bem mais confortável. Considera também a escolha por um modelo com encosto reclinável, ou seja, que permita mudar a inclinação, acomodando perfeitamente o bebé para as mais diversas circunstâncias do dia. Detalhes que fazem toda a diferença, não é?

 

5 – Suspensão e travões de segurança

Ao passeares com o teu bebé no carrinho, tem em mente que poderás passar por buracos, lombas, subidas e descidas, ok? Então, é muito importante ter a certeza de que o carrinho é estável, não irá partir ou muito menos soltar alguma peça. A suspensão vai ajudar-te a deixar o teu bebé seguro e confortável. E os travões de segurança são uma garantia de que o carrinho não vai andar sozinho. Lembra-te de testar todos estes pontos antes de colocares o bebé no carrinho!

 

6 – Práticicidade

Praticidade deve ser sinónimo do carrinho de bebé! Tem a consciência de que o modelo a escolher deve ser leve e fácil de dobrar para facilitar o passeios pelo mundo fora. Lembra-te que, eventualmente, terás de colocar o carrinho no porta-bagagens do carro, subir e descer escadas, andar de transportes públicos, etc. Por isso, é bom ter um modelo que feche sozinho, esses chamam-se one hand, e é possível fechar o carrinho com uma única mão. Que maravilha, não é?

 

7 – Versatilidade

Alguns modelos de carrinho de bebé são desmontáveis. Fixe, não é? Assim tens dois em um, pois a parte de cima do carrinho pode ser utilizada como ovinho (baby coke).

 

8 – Porta-biberão ou copo

Há modelos de carrinho de bebé mais versáteis do que aquilo que imaginamos. Alguns têm mesmo espaço disponível para colocar o biberão ou o copo, o que é muito prático para ajudar na organização e na alimentação do bebé.

 

9 – Bandeja de apoio

É um recurso ideal para colocar o biberão, a chupeta, o lanche e até mesmo os brinquedos em cima dela.

 

10 – Cesto

No carrinho de bebé, o Cesto é indispensável, pois é nele que estará tudo o que precisas para cuidar do teu pequeno quando saíres de casa. Por isso, o Cesto que fica debaixo do carrinho ajuda muito, podes colocar o saco muda-fraldas, o que te alivia muito peso dos ombros.

 

11 – Capota

Uma capota no carrinho do bebé, que pode ser extensível ou com filtro UV, vai proteger o teu bebé do excesso de sol, da chuva e do vento ou criar um ambiente mais escurinho para tirar aquela sonequinha boa.

 

12 – Cabo reversível

Quando o assento é reversível, podes colocar o bebé de frente ou de costas para quem está a empurrar o carrinho. Isso permite, por exemplo, que o bebé passeie vendo a mamã, o que é muito importante nos momentos em os pequenos ficam com medo em lugares estranhos e começam a chorar.

 

13 – Em dose dupla

Os carrinhos de bebé em dose dupla são perfeitos para pais que esperam gémeos ou que vão ter o segundo filho com pouca diferença do primeiro. Além da vantagem do carrinho ter dois assentos, aguenta também com um peso bem maior.

 

14 – Preço

Embora nem sempre se encontre um bom carrinho de bebé entre os valores mais acessíveis do mercado, existem modelos para todos os bolsos! No KuantoKusta, há modelos de 29€ a 1.630€! Pesquisa pelo melhor modelo e compara os preços! Assim, de certeza estarás a fazer a melhor compra!

 

Recolheste todas as informações para escolheres o teu carrinho do bebé?
Vê os mais de 2700 modelos que temos no KuantoKusta!

 

Enxoval do bebé: guia de compras para o primeiro mês

Enxoval do bebé: guia de compras para o primeiro mês

Enxoval do bebé: guia de compras para o primeiro mês

 

O primeiro mês do bebé implica numa série de cuidados especiais para que a adaptação do recém-nascido e dos pais seja confortável e divertida. Entendemos que a compra do enxoval do bebé, especialmente para os pais de primeira viagem, nem sempre é uma tarefa simples, por isso preparamos um guia de compras para o primeiro mês, a pensar em todos os itens que são essenciais hora a hora.

Vê o guia abaixo!

 

Na hora de comer

Enxoval do bebé: comer

Almofada de amamentação: essa almofada em formato de meia-lua, além de aconchegar o bebé no colo da mãe, é um excelente suporte para auxiliar a mãe na hora de dar de mamar.

Babetes: as babetes são utilizadas para proteger as roupas do bebé das pequenas doses de regurgitação e aquela babação toda que acontece antes e durante o processo da dentição, que às vezes começa bem cedo. Recomendamos que Tem, pelo menos 7 babetes!

As babetes são utilizadas para proteger as roupas do bebé desde a hora da refeição, dos primeiros dentinhos, ou das brincadeiras com a comida, que às vezes começa bem cedo. Recomendamos que Tems, pelo menos 7 babetes!

Extrator de leite: os extratores sejam manuais ou automáticos não são usados somente quando o bebé não consegue agarrar a mama, mas também quando os mamilos ficam doridos ou gretados ou então quando a mãe extrai o leite para guardar para depois. Em alguns casos, nos primeiros meses, a extração pode incentivar a produção de mais leite.

Biberões: caso optes por extraíres o leite ou se necessitas de alimentar o bebé com leite em pó, considera a compra de um ou mais biberões de 120ml. Ao escolher os modelos de biberão, verifica se o produto possui

Leite em pó: em alguns casos, a alimentação do bebé necessita ser substituída ou complementada com leite em pó. Neste caso, segue as orientações dada pelo pediatra! Um bebé que seja alimentado só com fórmula vai consumir entre 5 e 8 latas de 400g no primeiro mês, aumentando para 10 latas nos meses seguintes. Os preços das fórmulas variam bastante entre marcas e locais de compra, por isso, uma comparação de preços é sempre uma boa alternativa!

Se passares a utilizar a fórmula para alimentar o bebé, lembra-te de comprar um doseador para guardar o leite em pó na medida certa do biberão!

Esterilizador: biberões, tetinas, chupetas, entre outros itens do enxoval do bebé devem ser esterilizados. Para isso, as opções mais comuns são o esterilizador para microondas e esterilizador elétrico, em que, alguns modelos, são feitos para ligar no isqueiro do carro.

 

Na hora do banho

Enxoval do bebé: banho

Banheira de plástico: existem banheiras de bebés para todos os tamanhos, gostos e preços. Para o bem das costas de quem irá dar banho no recém-nascido, considera escolher um modelo que Tem suporte para que a banheira fique mais ou menos na altura adequada para evitar forçar as costas.

Sabonete e shampoo neutros: muitas marcas têm sabonetes para bebés que já são feitos para o corpo todo, inclusive o cabelo. Independente de escolheres sabonete e shampoo para bebés ou um produto que inclua os dois para o enxoval do bebé, lembra-te de observar o modo como a pele do bebé reage. Se houver reação alérgica, suspende o uso e experimenta outro produto!

Toalhas com capuz: enrola o bebé limpinho, depois do banho, numa toalha com capuz bem macia. Considera comprar, pelo menos, quatro toalhas com capuz e que tem forro de tecido de fralda por dentro para ajudar a secar melhor o bebé.

 

Na hora da troca da fralda

Enxoval do bebé: fraldas

Fraldas: no primeiro mês do bebé, a troca de fraldas será muito mais frequente do que nos meses seguintes. Por norma, os recém-nascidos sujam oito fraldas por dia, o que resulta, em média de 200 fraldas por mês. Apesar de ser um número elevado, não faças um grande stock de fraldas descartáveis sem fazeres um teste! Lembra-te que há sempre chances do bebé não se adaptar ao produto ou de ter uma reação alérgica.

Algodão: a pele do recém-nascido é muito delicada, por isso, limpa o rabinho do bebé com algodão molhado em água morna ao invés de toalhitas. Para as trocas de fraldas fora de casa, leva uma garrafinha térmica com água aquecida!

Creme anti assaduras: evita assaduras ao passares uma camada fina de creme em cada troca de fraldas. Tem atenção às possíveis reações alérgicas que algum creme anti assaduras possa causar no rabinho do bebé! Às vezes é necessário fazer testes com mais de uma marca.

Toalhitas: tem sempre por perto as toalhitas, não para limpar o rabinho do bebé, mas para limpezas de emergência, como por exemplo os pezinhos do bebé que encostou na fralda suja e/ou até mesmo as mãos de quem estava a fazer a troca das fraldas.

Lugar para a troca: geralmente os pais vestem o bebé ou trocam as fraldas em cima da cama, e não tem mal nenhum nisso. Em alternativa e até mesmo para evitar dor nas costas, opta por ter uma cómoda ou uma bancada com um acolchoado plastificado para posicionar o bebé. Alguns modelos possuem até banheira junto ao muda fraldas.

Mala do bebé: um dos itens mais básicos depois das fraldas e roupinhas é a mala do bebé, pois é nela que vais guardar tudo o que é essencial para cuidar do recém-nascido quando o leva para fora de casa. Escolhe uma mala prática, cheia de repartições e bolsos e bem resistente, pois a mala vai ser utilizada para além do primeiro mês! Há modelos que ainda vêm acompanhados de um trocador de fraldas portátil! Mas que maravilha, não é?

 

Na hora de dormir

Enxoval do bebé: dormir

Berço: no primeiro mês, é perfeitamente possível abrir mão do berço e colocar o bebé para dormir na alcofa ou até mesmo no carrinho, se ele deitar. Mas depois de umas semanas não vai ter jeito: o bebé vai precisar de um espaço maior para virar de um lado para o outro e se esticar.

Colchão: o colchão para o berço do bebé deve ser firme e com densidade apropriada para o peso de crianças pequenas. Tem preferência por modelos antirrefluxo, caso o berço não tenha a opção para reclinar o colchão, e que tenha um dos lados plastificados para proteger o tecido de acidentes. Em alternativa, procura um protetor impermeável de colchão para colocar entre ele e o lençol.

Lençóis: Tem pelo menos três lençóis de baixo, com elástico para facilitar, para não ficares em apuros se o bebé se molhar inteiro no meio da noite. As fronhas podem ficar em segundo plano, pois no primeiro mês, o jeito mais seguro do bebé dormir é sem almofada.

 

Na hora de passear

Enxoval do bebé: passear

Cadeirinha do carro: de acordo com o Código da Estrada Português, é obrigatório usar cadeirinhas de carro para transportar bebés e crianças até 12 anos ou com no mínimo 1,35m. Isso significa que, o bebé precisa de ser colocado em uma cadeirinha desde a primeira vez que entrar num carro. Para recém-nascidos, há a opção de cadeirinhas tipo bebé-conforto, que muitas vezes se acoplam ao próprio carrinho, ou poltronas reversíveis, com uso mais duradouro.

Canguru ou sling: os recém-nascidos adoram o contato próximo com o corpo dos pais. Isso porque o calor do corpo materno e paterno e as batidas do coração funcionam como o melhor calmante do mundo para eles. Outra vantagem de cangurus e slings é a liberdade das mãos para fazer diversas outras coisas enquanto carrega o bebé.

Carrinho: opta por um carrinho de bebé que seja compatível para ser usado desde recém-nascido até aproximadamente 2 anos e por modelos que tenha rodas mais largas, cinto ajustável e que seja fácil de abrir, fechar e manobrar. Prático deve ser sinónimo do carrinho escolhido!

Lembra-te que os bebés não devem ficar com as costas erguidas, pelo menos, nos primeiros três meses, quando os músculos do pescoço ainda estão em desenvolvimento. Por isso, considera também ter um carrinho que se incline até uma posição quase deitada.

 

Acessórios indispensáveis para o enxoval do bebé!

Corta ou Tesoura de unhas: as unhas do bebé nas primeiras semanas crescem muito rápido, ou seja, terão de ser cortadas uma a duas vezes por semana. A escolha do Corta Unhas ou da tesoura depende do modo como os pais adaptam-se a esta tarefa, por isso: faz o teste!

Intercomunicador: um intercomunicador no ambiente onde o bebé está traz muito mais segurança para acompanhar o estado do recém-nascido. Com o auxílio deste aparelho tecnológico, os pais poderão monitorar o estado do bebé quando não estão por perto, como por exemplo, quando ele acorda ou quando chora porque tem fome.

Chupetas: utilizar a chupeta acalma o bebé e por isso, o uso acaba por ser uma alternativa para os momentos em que o choro parece não ter fim. Após escolher a chupeta, lembra-te de comprar a corrente, para fixá-la na roupinha do bebé.

Manta: esse versátil pano serve tanto para enrolar o bebé daquele jeito à moda antiga como para cobrir as suas perninhas no carrinho, como se fosse um lençol. É também um prático aliado para limpeza de acidentes, como por exemplo, o leite que volta nas horas mais inesperadas. Em alternativa, ao invés de comprar uma manta, podes substituir seu uso por fraldas simples de pano.

Aparelhos de som: incorporar a música à rotina do bebé na hora de dormir à noite ou simplesmente relaxar à tarde pode ser feita através de simples aparelhos de som.

 

Na hora da mãe

Enxoval do bebé: para a mama

Penso pós-parto: algumas semanas antes do parto, compra, pelo menos, dois pacotes de pensos noturnos e de tamanho grande para dar conta do sangramento natural que ocorre depois do parto, e que dura, geralmente, duas a três semanas.

Absorventes para mamilos: colocados dentro do soutien, esses absorventes ajudam a manter as roupas secas e sem manchas entre as vezes que amamenta o bebé.

Soutien de amamentação: a gravidez muda o tamanho e o formato dos mamilos, por isso, considera comprar os soutiens de amamentação o mais próximo da chegada do bebé e fica atenta para o caso de teres de trocá-los para servir melhor. Lembra-te de que antes de amamentares os mamilos podem aumentar ainda mais.

Opta por soutiens de algodão e sem aqueles ferrinhos de sustentação por baixo. Alguns modelos têm abertura parcial e outros, total, por isso, antes de comprares várias unidades, experimenta um modelo de cada vez para descobrir com qual deles adapta-se melhor.

Pomadas e cremes: considera utilizar uma pomada para hidratar o bico dos mamilos, quer seja para a preparação para amamentação como para a cicatrização e também cremes para a prevenção de estrias pós-gestação.

 

Este guia foi útil para ti? Conta-nos!