DJI Mavic Mini o Lançamento aguardado

DJI Mavic Mini o Lançamento aguardado

O DJI Mavic Mini chega finalmente dia 11/11/2019, já se encontra em pré-venda, depois de meses de especulação e fugas de informação, está finalmente aqui o novo produto da DJI.

A DJI andou calma, em termos de drones, em 2019 porém com este lançamento vem agitar as águas. Ao invés de reinventar o seu anterior modelo para principiantes: o DJI Spark, resolveram começar do zero e construir um novo equipamento.

Mavic mini

Com um novo design que se adequa ao seu nome pois assemelhasse ao Mavic em ponto pequeno. O Mavic Mini tem a vantagem de vir listado com peso abaixo dos 250 gr que significa que não tem que ser registado na ANAC como os produtos de peso superior, que são obrigados a fazê-lo.

As especificações do DJI Mavic Mini

O MDJI Mavic Mini não grava 4k mas sim 2.7K. Na sua resolução máxima, 2.7K, consegue gravar a 30fps enquanto a 1080p consegue gravar a 60fps. Isto limita um pouco a vida a quem precisa de um produto que grave a 4K. Também tem a capacidade de fotografar com 12MP. A câmara assenta num Gimbal de 3 eixos.

Mavic mini câmara 2.7K

Chega com a promessa de uma maior longevidade da bateria que promete até 30m de voo.

Sendo um produto de entrada a falta de ActiveTrack é natural, por isso não contem com a capacidade de seguir pessoas ou objectos.

Podem sim contar com GPS e a função Return to Home. Já o comando requer um smart+hone acopulado e oferece vídeo em HD até 2km.

Mais a ter em conta

Na traseira podemos encontrar expostas as entradas de USB e do microSD, a ser lançado nesta altura estranhamos um pouco não ser uma porta USB-C ainda assim está bastante completo nas ligações e não é um problema.

Também inclui 4 LEDs indicadores de bateria, funcionam com código de cores de forma a ter uma noção precisa da disponibilidade de bateria durante o voo. Tem sensores para evitar objectos na base, estes servem apenas de apoio, não tem, como modelos mais caros, sensores dos lados à frente e atrás de forma a evitar obstáculos em outras situações.

O comando

Apesar de precisar de um smartphone não funciona apenas com este, é necessário o uso do comando. Este é em si um aparelho interessante, tem uma bateria de 2600mAh e Lightning, micro USB e USB-C que complementa perfeitamente a conectividade do drone de forma eficaz. A app é muito amigável para principiantes e fácil de instalar.

Peso pluma

Conclusão

Vão ser lançados dois pacotes o mais barato com o comando, bateria e drone com respectivos cabos e carregador. Enquanto o segundo pack tem 3 baterias, carregador de 3 baterias e protecções de voo que são importantes para quem está agora a começar.

Vantagens                            Contras

• É o produto mais barato da DJI                              • Não tem 4K

• Estabilização 3 eixos da câmara                            • Não grava a 60fps a 2.7K

• Peso abaixo de 250gr                                            • Não tem detecção de objectos além da aterragem

• Compacto

• Quickshot

• Duração da bateria

 

 

Com a chegada do DJI Mavic Mini a gama da DJI fica mais completa, a marca conta já com os seus modelos:

Mavic 2 Pro e Mavic 2 Zoom

Mavic Air

Mavic Pro

Em meados de Novembro vai ser finalmente possível voar com o DJI Mavic Mini e podem passar no KuantoKusta para ver onde podem comprar ao melhor preço.

Veja a nossa seleção de drones a menos de 700€

O melhor Smartphone do mercado – Outono 2019

O melhor Smartphone do mercado – Outono 2019

Muito se tem especulado sobre os novos Smartphone da Apple e a sua performance.

Após terem sido divulgados no último grande evento da Apple, a maior parte dos websites de “renome” e critica, vieram dizer que estes não tinham trazido nada de novo que já não existisse actualmente no mercado.

E quando começamos a ler afirmações deste género, brand lovers seja da Apple ou de alguma marca que use Android começam uma guerra sem fim de qual é realmente o melhor dispositivo ou marca.

Após uma análise a vários websites de benchmarks chegamos à conclusão de que também não vamos ser nós aqui na Lmobile a afirmar com 100% de certeza qual é o melhor dispositivo no mercado actualmente, e explicamos o porquê.

Após analisar vários websites que fazem os benchmarks das principais marcas de Smartphones a disparidade de resultados é tão grande que até ficamos a pensar que os critérios usados nestas diferentes plataformas são mesmo diferenciados (e na realidade são mesmo, porque muitos deles não testam todas as características do Smartphone que estão a classificar ou não testam uma determinada característica que foi usada noutro website).

Na maioria dos casos o top 10 global é praticamente dominado por dispositivos com Android, mas em alguns casos específicos (geekbench.com) e como sabemos é um dos sites com mais credibilidade neste aspecto devido ao seu software para fazer benchmarks de processadores, o seu top global é praticamente constituído por dispositivos da Apple mesmo antes de sair a nova gama 11. A conclusão a que chegamos é simples cada website dá um peso diferente aos critérios que avalia e ás condições de teste, o que faz com que exista “Tops” bastante “diversificados”.

Sendo assim optamos por criar uma lista separada de dispositivos Android e Apple de forma a não criar mais polémica do que o normal. Vamos usar principalmente os benchmarks da Antutu (benchmarks de performance global), mas também vamos divulgar outros pontos interessantes de outros websites como a phonearena.com que agrega vários testes e ferramentas.

Basicamente ficará aqui com um conjunto de ferramentas para poder usar para comparar e tirar dúvidas no momento de escolher um novo dispositivo móvel.

 

Antutu Benchmark Android

Tabela Antutu Benchmark

Site conceituado que acaba por testar 3 dos principais pontos de importância quando falamos de performance num Smartphone, CPU, UX e 3D. Olhando para o top 15 de dispositivos Android podemos ver que a Asus com os seus Smartphones de Gaming tem os melhores resultados globais nos testes efetuados, estamos a falar de smartphones com capacidades de memória bastante acima do smartphone de media e baixa gama e é uma tendência que vamos ver cada vez mais nos novos modelos. Se reparar os valores do OnePlus 7 Pro e Mi 9 não ficam muito atrás dos alcançados pelo Asus ZenFone, tendo benchmarks superiores nos testes realizados ao CPU de cada dispositivo. O que quer isto dizer se estiver indeciso no momento de escolher? Simples, primeiro tem de ver a utilidade real que vai dar ao seu novo Smartphone e para isso tem de responder a questões como, qual será a principal utilidade que vou dar ao meu Smartphone (além de fazer chamadas logicamente). É ver filmes regularmente? É ter o máximo de aplicações que uso no meu dia a dia a correr constantemente? É tirar fotografias? É jogar jogos?

Se não estiver minimamente interessado em jogos e ver filmes, provavelmente o Oneplus 7 Pro será uma solução muito mais viável para si do que os dispositivos da Asus por exemplo.

Isto porque se o seu foco vai estar na utilização de App’s constantemente e pequenas ferramentas que tenha no seu dispositivo, não irá necessitar de grande processamento gráfico, mas sim mais de CPU.

Este é um pequeno exemplo de uma análise que pode fazer segundo as suas necessidades, e dai dizermos que não é por um Smartphone estar em primeiro nos testes realizados que este vai ser sem dúvida alguma, o melhor Smartphone no mercado para si, tudo depende das suas necessidades.

 

Antutu Benchmark Apple

Tabela Antutu iOS

Antes de começarem a dizer que não estão aqui os novos modelos da Apple, é verdade, visto que este Benchmark foi realizado em Agosto de 2019 e os novos dispositivos da Apple apenas foram divulgados no passado dia 10 de Setembro. Mas segundo o feedback e primeiros testes já realizados, diria que a nova gama 11 poderá ficar no top, visto que o que a Apple vez nesta gama foi dar pequenos toques de forma a tornar os seus dispositivos móveis novamente competitivos com as restantes marcas durante 2019 e inicio de 2020.

Afirmamos que também devem ascender às primeiras posições porque os pequenos toques que a Apple acabou por dar à maioria dos seus dispositivos foi. Adicionar + 1G de RAM nos principais modelos, ligeiro aumento na performance dos cpu’s mas nada muito significativo, mais uma câmara nos dispositivos de media e alta gama e introdução do seu novo IOS.

O próximo benchmark que vamos mostrar aqui é algo interessante porque o objectivo deles aqui é juntar o máximo de benchmarks já realizados por outras empresas e agrega essa informação https://www.phonearena.com

lista phonearena

Como é possível observar o grande destaque aqui vai para o iPad 3 PRO, que segundo este agregador de resultados a nível de performance e eficiência está a frente de qualquer dispositivo existente até Agosto de 2019. Aconselho vivamente a verem estes resultados e se quiserem podem pesquisar por modelo e o site apresenta os diferentes resultados.

https://www.phonearena.com/phones/benchmarks

Outra ferramenta bastante útil deste website é a possibilidade de poder comparar até 3 smartphones distintos e este destacar as principais diferenças entre os dispositivos em comparação.

https://www.gsmarena.com/compare.php3?idPhone1=9732&idPhone2=9846&idPhone3=9770#diff-*,*,*

Deixo aqui a nossa comparação da semana entre um Samsung Galaxy 10+, Iphone 11 Pro MAX e Asus ROG Phone II.

compare Note10 - iPhone 11- ROG 2

É uma excelente forma de poder comparar o hardware e principais características que vem em cada dispositivo, após analisar os principais benchmarks pode comparar aqui o hardware e ver o que realmente está a influenciar os testes que acabou de ver, para o bem e para o mal.

O real problema dos benchmarks

Ok, esta é a parte em que as coisas começam a ficar realmente estranhas na análise destes testes.

Vamos pegar no exemplo dos CPU’s do Asus ROG com os CPU’s usados no Samsung Galaxy Note10+. Nos testes realizados pela Antutu o processador da Asus ficou em 1º com 127 778 e o do Note10 ficou em 7º com 116 012 o que acaba por ser uma diferença ainda significativa.

https://www.antutu.com/en/ranking/rank1.htm

Nos testes realizados pela Geekbench nenhum destes modelos está em primeiro e o Samsung Galaxy Note10+ está na 5º posição (em single core está em primeiro) e o Asus ROGE está na 13ª posição. Confuso?

É verdade não há nada que justifique esta disparidade nos  testes realizados pelas duas empresas tendo em conta que estamos a falar em dispositivos móveis que têm exatamente o mesmo processador Qualcomm Snapdragon 855 @ 1.8 GHz  , ok que temos arquiteturas diferentes, mas esta disparidade relacionada com a eficiência dos CPU’s pode deixar até as pessoas que dominam minimamente a área com os cabelos em pé.

Qual é o Smartphone mais potente do mercado neste momento?

Não temos a menor ideia para falar a verdade. Continuamos a dar relevância que estes sites de testes são extremamente importantes para poder tirar dúvidas que tenha sobre as principais características do modelo que está a observar, mas… e acreditem que é um grande, mas… O Smartphone mais potente do mercado é aquele que vai satisfazer a maior parte das suas necessidades como utilizador de forma eficiente e eficaz e esta é a única verdade e garantia que lhe podemos dar. A outra garantia é que vamos ter sempre as melhores capas e películas independentemente do Smartphone que escolha.

As novidades da Apple, iPhones e tudo mais

As novidades da Apple, iPhones e tudo mais

O grande evento da Apple aconteceu no dia 10 de Setembro e já todos sabemos quais foram as grandes novidades da marca! O foco claro não poderia deixar de ir para os novos iPhones 11, iPhones Pro e  iPhones Pro Max. Outras novidades foram o novo Apple Watch Series 5 e ainda um novo iPad.

Continua a ler para saber mais sobre todas estas novidades!

Apple iPhone 11 

A empresa de Cupertino aproveitou para mudar radicalmente o seu idevice e este ano o foco foram as câmaras, a fotografia e o vídeo. O iPhone 11 conta com 2 câmaras, com especificações 12 MP wide, 26mm f/1.8 + ultra wide 12 MP f/2.4 que prometem elevar ao mais alto nível a qualidade fotografia. A câmara frontal, recebeu uma TrueDepth grande angular que capta mais pessoas na foto, para além de um Face ID mais rápido — boa actualização!

 

 

A fotografia sem luz também foi melhorada e agora conseguimos captar imagens no escuro. Agora que foi disponibilizado, esta promete ser uma funcionalidade a melhorar a cada novo iPhone. Está disponível em quatro cores diferentes (verde, cinzento, prateado e dourado) e com uma capacidade de armazenamento de 64GB, 256GB e 512GB.

 

Apple iPhone 11 Pro e Pro Max

Estes dois novos smartphones, iPhone11 Pro e Pro Max, são o “maquinão”! O nome Pro não é por acaso, este equipamento conta com várias e grandes novidades como um sistema de câmara tripla com 12 MP cada uma, um aumento considerável da sua autonomia e um processador A13 Bionic!

 

Podem encontrá-lo em dois tamanhos 6.5” (iPhone 11 Pro Max) ou 5,8” (iPhone 11 Pro) e em quatro cores diferentes (verde, cinzento, prateado e dourado). Não esquecendo claro da capacidade de armazenamento de 64GB, 256GB e 512GB.

 

 

Apple Watch Series 5

O relógio da maçã é um dos smartwatches mais vendidos no mundo. O design não mudou face ao do ano passado, no entanto, a versão deste ano traz a novidade de ser capaz de estar sempre ligado, com vários níveis de energia — a parte útil é deixar de ser necessário aquele movimento de rodar o pulso para o ativar.

iPad

A Apple decidiu refrescar a sua proposta das linhas de entrada. Desse modo, o novo iPad recebeu muitas das novidades que os modelos Pro já têm, mas o destaque é o novo ecrã de 10,2 polegadas. Há ainda o SoC A10 Fusion, que a Apple garante ser muito rápido juntando ao novo sistema operativo iPadOS.

A melhores SmartBand e sua utilização 2019

A melhores SmartBand e sua utilização 2019

SmartBand ou SmartWatch?

A primeira questão que pode levantar logo de início é, qual a grande diferença de uma Smartband para um Smartwatch.

SmartBand ou SmartWatch

A primeira grande diferença é que o Smartwatch (dispositivo wearable) “é quase” o seu Smartphone no seu pulso, com várias limitações logicamente. Mas com um Smartwatch consegue facilmente ler emails e responder aos mesmos, consegue usar Apps como o Whatsapp, Facebook e Instagram e até alguns jogos. Vem também com a “maioria” das funcionalidades que uma Smartband tem.

De uma forma clara o Smartwatch tenta diminuir a utilização do telemóvel de forma exagerada em funções simples que realiza no seu dia a dia. Também podemos considerar que é um acessório de moda como qualquer outro relógio devido aos seus designs diferenciadores.

A Smartband por sua vez é um dispositivo wearable que é muito focado para pessoas que têm um grande gosto por um estilo de vida saudável, que gostam de praticar atividades físicas regularmente, e controlar a sua performance e indicadores vitais. Em suma as Smartbands são mais limitadas na quantidade de tarefas que pode realizar directamente no acessório.

SmartBand ou SmartWatch

O Smartwatch tenta de forma clara (como referido anteriormente) substituir as funcionalidades do seu telemóvel, este por sua vez vai consumir muito mais bateria. Uma Smartband de média qualidade pode ter autonomia para mais de 15 a 20 dias em alguns casos, um Smartwatch nunca terá esse tipo de autonomia. E se quer um acessório leve, que possa levar para as suas atividades físicas diárias sem estar preocupado com consumos de bateria a Smartband será sempre a sua primeira escolha.

A observação final que podemos fazer relativamente a se a Smartband é um produto melhor que um Smartwatch é a seguinte…. depende de quanto está disposto(a) a investir. É a realidade mas se formos por pura lógica de investimento necessário versus quantidade de funcionalidades que cada um destes wearables tem, aconselhamos vivamente a investir numa Smartband e explicamos o porquê nos próximos tópicos deste artigo.

Principais funcionalidades

Se está a pensar em comprar uma Smartband, uma das funcionalidades mais usadas é a definição de vibrações especificas para diferentes aplicações. Exemplo simples desta funcionalidade é poder definir uma vibração quando recebe uma notificação de mensagens do Facebook para as notificações relacionadas com as suas aplicações de fitness.

Relativamente aos sensores que vêm com estes wearables, difere de marca para marca e quanto está disposto a investir:

Em geral todas as Smartband vêm com as seguintes características:

  • Sensores Movimento
  • Sensores Batimento cardíaco
  • Sensor de Sp02 (relacionado com a oxigenação do sangue)
  • Detecção de doenças durante o sono (ex: apneia do sono)
  • Métricas de controlo de calorias, passos e horas de sono
  • Monitorização entre 7 a 10 actividades físicas em média

Ainda temos Smartbands como a Mi Smart Band da Xiaomi que lhe dá a possibilidade de controlar as músicas do seu Spotify quando está a fazer os seus exercícios físicos.

Dicas para utilização eficiente

1: Uma das formas para conseguir poupar bateria, é apenas configurar vibrações simples e “curtas” para as suas aplicações.

2: Não crie alarmes desnecessários se nem têm relevância para o seu dia a dia.

3: Bloquear todas as notificações que não lhe sejam úteis dos milhares de aplicações que tem no seu smartphone. Esta é a mais eficiente de todas as dicas, visto que as notificações como por exemplo, das suas redes sociais (Facebook, Whatsapp, etc…) são dos principais responsáveis pelo descarregamento das baterias das Smartbands.

Se já está convencido(a) que este é o tipo de acessório certo para si aqui ficam alguns links para estes produtos fantásticos.

XIAOMI SMARTBAND MI BAND 4 FITNES

HUAWEI SMARTBAND HONOR 4

HUAWEI SMARTBAND 3

XIAOMI SMARTBAND 1S MI LIGHT-SENSITIVE VERSION

XIAOMI SMARTBAND MI BAND 3 FITNESS

 

Este artigo foi redigido pela Lmobile e editado pelo Kuanto Kusta

O grande lançamento Apple deste ano! Cores, iPhones e mais

O grande lançamento Apple deste ano! Cores, iPhones e mais

 

Setembro é o mês que todos os amantes da marca anseiam, pois trata-se da apresentação dos novos Apple iPhones. O evento de hoje, dia 10 de setembro, vai realizar-se no auditório Steve Jobs, na sua nova sede em Cupertino, pelas 18 horas de Lisboa.

O que esperar do evento da Apple?

O convite da apresentação mostra-nos o logótipo da Apple com várias cores o que faz pensar estamos a ver as cores do sucessor do iPhone XR. Falando em iPhone, os rumores já anunciaram praticamente todas as novidades que iremos ter na linha de 2019 da marca da maçã. Resumidamente, a Apple deverá lançar três novos dispositivos que substituirão o iPhone XS , Max e XR e deverão ter como nome “iPhone 11”, “11 Pro” e “11 Pro Max”. Passados 10 anos o iPhone continua a fazer furor.

Ainda sucessor do iPhone XR o novo modelo terá duas câmaras (basicamente como temos hoje nos Apple iPhones XS e XS Max) e novas cores. No que diz respeito ao Apple Watch, as principais novidades serão a apresentação de novos modelos feitos de titânio e de cerâmica e novas pulseiras.

Fala-se ainda da possibilidade de serem apresentados um novo MacBook Pro de 16″ e novos iPads, mas só teremos a confirmação na Keynote.

Podes acompanhar o evento directamente do browser ou em alternativa e pela primeira vez, a Apple vai transmitir o evento no seu canal de Youtube.

Fortnite – Qual a melhor máquina para jogar!?

Fortnite – Qual a melhor máquina para jogar!?

O Fortnite com todo o sucesso que já tem, viu recentemente a sua popularidade atingir novos picos com a conclusão dos seus fantásticos torneios mundiais.

Com um prémio recorde para um evento até à data da sua realização $30 milhões (entretanto batido pelos $34 milhões do Dota 2), este evento foi esclarecedor, para quem ainda tinha dúvidas, que os esports movem massas para além do imenso dinheiro.

Fortnite World cup Finals

40 milhões de jogadores jogaram as rondas de apuramento para este mundial!!

Consola ou PC?

As consolas ficam sem dúvida muito atrás para quem quer jogar competitivo de alguma forma e a razão principal é o teclado e o rato, estes oferecem uma precisão e agilidade muito superior. Apesar de as consolas terem mira assistida que facilita a vida a quem está a começar a progressão possível, no ambiente PC é simplesmente imbatível.

Consola ou PC

Os tempos de resposta dos periféricos de PC tende a ser também muito mais rápido do que os comandos das consolas o que aumenta ainda mais a diferença.

Outro aspecto a ter em conta é que em ambiente PC conseguimos ter muito mais fps, as consolas estão limitadas a 60 enquanto no PC podemos atingir várias centenas. Isto faz com que as imagens sejam mais fluídas.

Fortnite nas consolas

Apesar do que acima mencionamos as consolas são um excelente meio para jogar facilmente Fortnite sem ter preocupações de construção de máquinas adequadas. A PS4 oferece uma excelente qualidade gráfica e o comando dual shock 4 tem muita qualidade. Esta será provavelmente a consola com melhor experiência de jogo.

Não podemos porém esquecer a Nintendo Switch que é já uma referência especialmente junto dos mais novos. Apesar de ser pior em termos de gráficos e comandos, a sua capacidade de ser usada tanto em casa como na rua faz dela uma excelente plataforma para ter o Fortnite sempre disponível.

Fazemos ainda referência à nova Switch Lite acabada de chegar ao mercado e que se foca no aspecto portátil. Pode ser excelente para aqueles que querem uma solução barata para jogar fora de casa, podem ler aqui o nosso artigo acerca da mesma.

O PC que comprar?

Comprar barato

Aqui a história complica porque o mundo do PC é muito extenso e podemos comprar uma infindável panóplia de componentes, mas vamos ajudar e indicar aqui várias soluções por orçamento.

Jogar Fortnite em PC Budget, Podemos facilmente conseguir um PC com excelente prestação no Fortnite com um valor baixo:

CPU AMD Ryzen 3 3200G

16GB Ram G.Skill Flare X 3200

MSI B450 Gaming Plus

Nox Lite 010 + 500w

Disco SSD Kingston 240GB A400

Estes componentes permitem ter um computador que vai correr bastante bem o Fortnite (com fps acima de qualquer consola) e fica abaixo dos 400€. Pode mais tarde ser melhorado com a compra de uma gráfica dedicada que vai aumentar o desempenho no Fortnite assim como vai permitir acesso com qualidade a outros títulos.

Deixamos uma boa opção para upgrade e esta permite jogar com qualidade quase tudo com bons fps a 1080p: Nvidia GTX 1660

Jogar com Estilo

A pensar que queremos jogar com mais fps, melhores gráficos e melhor desempenho em geral, o que fazemos é pensar num PC de melhor qualidade. Vamos começar pelo processador, nesta questão já estabelecemos no nosso artigo acerca dos novos AMD Ryzen qual o cpu que terá melhor valor para gaming.

Fortnite Battle Royale

Em termos de máquina para jogar a grande nível sugerimos algo pré-construído aqui e caso seja necessário mais tarde jogar a 1440p ou até mesmo 4k. Esta plataforma permite escalar com a aquisição de uma nova gráfica mais poderosa como a RTX 2080TI.

Já temos explicado como tirar o máximo do Fortnite e agora falta apenas acertar nos outros 99 jogadores.